Navegación – Mapa del sitio
Dossier "Coup d'état en Argentine et Guerre des Malouines"
Coup d'État : militaires, résistants et artistes

O jogo da escrita em Lo imborrable de Juan José Saer : da ditadura à poética

Raquel Alves Mota

Resúmenes

É central, em Lo imborrable (1993), a problemática dos anos de ditadura na Argentina, tema desenvolvido por meio da discussão estética do livro La brisa en el trigo, de autoria da personagem Walter Bueno. A focalização de Lo imborrable se estaciona em Tomatis – personagem que percorre grande parte da “saga saeriana” −, no período de sua vida em que saía da depressão e do alcoolismo, males que o enclausuraram após a morte de sua mãe e do desaparecimento de uma jovem revolucionaria, “la Tacuara”. Na época de publicação de La brisa en el trigo, Tomatis desafiara o governo militar − que financiou a propagação desse livro −, publicando uma crítica ferrenha ao realismo de Walter Bueno ou ao seu despreparo na condução da trama e na execução estética da obra. É por meio dessa discussão poética que se descobre a lucidez de Saer na defesa da escrita como uma arma “imborrable” de resistência.

Inicio de página

Entradas del índice

Palavras chaves :

ditadura, escrita, poética, resistência, Saer
Inicio de página

Texto completo