Navigation – Plan du site
Décio de Alencar Guzmán

Del Priore, Mary, Revisão do Paraíso: os brasileiros e o Estado em 500 anos de história, Rio de Janeiro: Campus, 2000, 366 p.

[07/02/2005]

Entrées d’index

Géographique :

Brasil

Chronologique :

Independencia
Haut de page

Texte intégral

1Clientelismo e nepotismo tem sido palavras do vocabulário da ciência política para explicar as relações entre Estado e Sociedade existentes no Brasil. Por longo tempo estas formas de relação política foram analisadas através de cristalizações conceituais e, quando observadas com olhar concreto, através de configurações institucionais. Revisão do paraíso, livro organizado pela historiadora Mary Del Priore vem trazer outra abordagem para estes problemas. Com o intuito de refletir sobre o passado e o presente das relações entre Estado e Sociedade no Brasil, os autores desta coletânea (Emmanuel Araújo, Renato Pinto Venâncio e Júnia Ferreira Furtado, Carla Anastasia, Arno e Maria José Wehling, Eduardo Schnoor, João Cézar da Costa Rocha, Esmeralda Blanco Bolsonaro de Moura, Marco Antonio Cabral dos Santos, Carlos Lessa, Roberto Da Matta e a própria organizadora do volume), propõem-se analisar o papel dos laços pessoais que prosperaram no interior das "malhas do Estado" ao longo dos 500 anos de história do Brasil.

2Desfilam nas páginas do livro: senhores de engenho, comerciantes, sertanejos, salteadores, tropeiros, letrados, imigrantes, políticos profissionais, policiais e economistas. Nos diversos contextos sociais e geográficos em que vivem estão estas personagens descritos nos próprios ambientes em que exercem suas competências: nos sertões, nas serras e chapadões, nas ruas das vilas coloniais, nos gabinetes de leituras. Ao apresentar a vida cotidiana, a prática social e as estratégias políticas dos indivíduos, este livro não tenta discutir de modo abstrato os conceitos que informam a vida política brasileira, como tradicionalmente as ciências sociais tem discutido estas questão. Ao invés disso, ele trata de mostrar a maneira pela qual se construiu e ainda hoje se constitui, em diversos casos, as relações entre indivíduos e a instituição do poder no país: os desencontros, os parasitismos, os localismos, as resistências e as estratégias para enfrentar o poder central colonial, imperial ou republicano. São reunidos para a tarefa não apenas historiadores, mas também antropólogos e cientistas políticos. Resulta que o leitor obtém um retrato em mosaico dos variados exercícios da política nos quais se empenharam os habitantes das terras brasileiras durante os últimos cinco séculos. Este livro é um convite à releitura da vida política de um país ainda em busca de si mesmo e de suas possibilidades para sair do arcaísmopolítico.

Haut de page

Pour citer cet article

Référence électronique

Décio de Alencar Guzmán, « Del Priore, Mary, Revisão do Paraíso: os brasileiros e o Estado em 500 anos de história, Rio de Janeiro: Campus, 2000, 366 p. », Nuevo Mundo Mundos Nuevos [En ligne], Comptes rendus et essais historiographiques, mis en ligne le 07 février 2005, consulté le 12 décembre 2017. URL : http://journals.openedition.org/nuevomundo/356

Haut de page

Droits d’auteur

Licence Creative Commons
Nuevo mundo mundos nuevos est mis à disposition selon les termes de la licence Creative Commons Attribution - Pas d'Utilisation Commerciale - Pas de Modification 4.0 International.

Haut de page