Navegação – Mapa do site
Resenhas

A era das Catedrais: autenticidade em exibição

Carlos Gutierrez
Referência(s):

GOMES, Edlaine. A Era das Catedrais: a autenticidade em exibição. Rio de Janeiro: Garamond, 2011.

Texto integral

1A IURD – Igreja Universal do Reino de Deus é uma das instituições mais abordadas nos estudos socioantropoplógicos sobre o fenômeno neopentecostal. A maior parte da produção acadêmica atém-se às questões financeiras da Igreja, aos conflitos com as religiões afro-brasileiras (a representação do Mal dentro da teologia iurdiana) e o questionamento em relação aos discursos das lideranças da instituição. O trabalho da Profa. Dra. Edlaine Gomes, pesquisadora do NAU (Núcleo de Antropologia Urbana) e professora da UNIRIO – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, mostra que é possível abordar a IURD por diversos outros meios, por conta da complexidade do universo simbólico iurdiano.

2O principal objetivo da autora é compreender o processo de institucionalização da Igreja, por meio da construção de catedrais e o impacto dessas no cenário urbano. Para isso, utiliza a categoria autenticidade como um dos principais eixos analíticos do trabalho. A discussão sobre a autenticidade está presente na relação da IURD com outros interlocutores, mas Edlaine não se limita a discutir a oposição autenticidade e inautenticidade e mostra a existência de diversas concepções distintas acerca da autenticidade. Dessa forma, busca usar essa categoria para problematizar a rápida edificação de catedrais, sua padronização e também as noções de reprodução e permanência da instituição, por meio de megaconstruções.

3O trabalho etnográfico concentrou-se no acompanhamento das obras do Templo Maior, no subúrbio do Rio de Janeiro. Porém, ao escolher esse recorte, a autora conseguiu, por meio dos dados empíricos obtidos, esmiuçar diversos detalhes acerca da construção dos espaços iurdianos e também de sua teologia, ao acompanhar uma série de rituais.

4A opulência das catedrais segue uma padronização, publicizando sua autenticidade na paisagem urbana, e é concebida pela pesquisadora como elemento integral de dois termos: circuito da conquista e retórica da superação. Após passar pela “perseguição, revolta, sacrifício” chega-se à conquista, de fato, uma retórica de superação que será estruturante não só para a elaboração de catedrais e a consequente publicização de conquista da Igreja Universal, mas também irá nortear os discursos e práticas em relação aos fiéis, que adotarão a chamada retórica da superação, baseando-se no exemplo próprio da IURD.

5Ao concentrar seu esforço etnográfico na Sede Mundial, ou “Templo da Glória do Novo Israel”, a autora demonstra como a representação mítica da “Terra Santa” é parte integral da cosmologia iurdiana e tem total importância na elaboração dos templos, por conta do uso de material de construção oriundo de Israel, que permite, segundo os esquemas de percepção dos fiéis e líderes da instituição, estar mais próximo do sagrado e ter uma relação mais direta com Deus. Por meio disso, a teologia iurdiana é fortemente inspirada pelo Antigo Testamento, fato relevante para compreender o processo de consolidação da institucionalização da Igreja, sua estratégia dentro do campo religioso e sua maneira de buscar autenticidade e ressignificar a história, criando uma continuidade entre um passado mítico e o passado da própria instituição.

6A autenticidade será expressa pelo amor a Israel, fundamentando-se na utilização de material de construção israelense e também na adoção de certas referências arquitetônicas, em uma tentativa de recriar um “Novo Israel”. O livro, fruto da tese de doutorado de Edlaine Gomes, é uma referência bibliográfica fundamental a todos os interessados e/ou pesquisadores da IURD.

Topo da página

Para citar este artigo

Referência eletrónica

Carlos Gutierrez, « A era das Catedrais: autenticidade em exibição », Ponto Urbe [Online], 9 | 2011, posto online no dia 31 Dezembro 2011, consultado o 15 Dezembro 2017. URL : http://journals.openedition.org/pontourbe/162

Topo da página

Autor

Carlos Gutierrez

Artigos do mesmo autor

Topo da página

Direitos de autor

© NAU

Topo da página
  • Logo Núcleo de Antropologia Urbana da USP
  • Logo Universidade de São Paulo
  • OpenEdition Journals