Navegação – Mapa do site
In Memoriam

¡Hasta siempre Tonico!

David Ramírez Palacios

Notas do autor

Tive a honra de ter ao Professor Tonico como mestre desde o ano 2007 e como orientador desde o ano 2010. O professor Tonico faleceu semanas antes da entrega da versão final da minha tese de Doutorado. Como expressão do meu agradecimento, dirigi-lhe a seguinte dedicatória. Saudade.

Texto integral

1Dedicada com profundo afeto e admiração,
ao Professor Antonio Carlos Robert Moraes,
para sempre Tonico,
Professor com P maiúsculo, que dava a aula com deleite,
cujas classes emocionavam, lotavam de gente
e atraiam pessoas de todas partes —inclusive de outros países.

2Ministrava aula um semestre sim, e o outro também, na graduação e na pós-graduação,
e nos últimos tempos também aquela introdução à geografia para os historiadores, a primeira que eu assisti.

3O dia que ele marcava plantão para devolver aos alunos as provas corrigidas,
havia que ver as filas na porta da sua sala,
aguardando para receber um comentário,
que ele sempre oferecia, certeiro, atencioso e imaginativo,
ou para fazer uma pergunta, que ele sempre respondia,
o melhor que podia, e com a maior humildade,
sem nunca menosprezar ninguém,
ou deixar se exasperar,
quando por acaso chegava a ter na aula um aluno insistente ou impertinente.

4Orientador sincero, sagaz, disposto, erudito, bem-humorado, orientador mesmo,
com as vagas sempre lotadas, até com aluno em iniciação científica e de barriga de aluguel.

5Sugeriu-me mudar de tema de pesquisa,
eu queria continuar Reclus, e ele achava que era melhor já encarar o Vergara,
e estava certo.

6Intelectual de visão ampla, alheio a todo tipo de doutrinarismos,
não dominava um tema só, mas muitos temas,
e não tinha familiaridade com uma teoria só, mas com muitas teorias.

7E sabia tudo do Brasil, história, geografia e política.

8Pesquisador é aquele que publica, e Tonico publicava, e publicou até o fim.

9A sua influência era tão grande, que todos seus livros se tornavam imediatamente em
clássicos da geografia brasileira,
desde a sua Pequena história crítica, texto de boas-vindas para várias gerações de geógrafos brasileiros,
como irá se tornar em clássico o último ou penúltimo que publicou,
acerca do conceito de território no pensamento do outro grande, Milton Santos.

10Mas não se conformava Tonico com ser um clássico em vida, um professor empolgado, um pesquisador ativo e um orientador carinhoso,
mas era também um ativista, envolvido nas políticas educativa e científica,
a favor sempre da educação pública e do apoio à pesquisa e ao avanço do conhecimento.

11Le gustaban los estudiantes, e acreditava neles,
como deixou claro num dos seus últimos escritos,
que circulou pela internet, erguendo a voz bem alto
contra o que sabemos que está acontecendo na nossa querida USP.

12E finalmente amigo, muito querido por seus amigos, camarada.

13Professor, orientador, intelectual, pesquisador, ativista da ciência, amigo, guerreiro Tonico.

14Único, Tonico.

15¡Hasta siempre Tonico!

Topo da página

Para citar este artigo

Referência eletrónica

David Ramírez Palacios, « ¡Hasta siempre Tonico! », Terra Brasilis (Nova Série) [Online], 5 | 2015, posto online no dia 17 Dezembro 2015, consultado o 16 Dezembro 2017. URL : http://journals.openedition.org/terrabrasilis/1363 ; DOI : 10.4000/terrabrasilis.1363

Topo da página

Autor

David Ramírez Palacios

Orientando do professor Tonico (2010-2015)

Artigos do mesmo autor

Topo da página

Direitos de autor

© Rede Brasileira de História da Geografia e Geografia Histórica

Topo da página
  • OpenEdition Journals