Navegação – Mapa do site

InícioApresentaçãoA revista

A revista

O Anuário Antropológico é um periódico científico quadrimestral publicado pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade de Brasília (PPGAS/UnB). Fundado em 1976 pelo professor Roberto Cardoso de Oliveira, é um dos mais antigos periódicos de antropologia do Brasil. O primeiro volume foi publicado em 1977, no mesmo ano em que o PPGAS foi criado. Embora sua sede sempre tenha sido a Universidade de Brasília (UnB), o Anuário Antropológico foi criado como um periódico com caráter verdadeiramente nacional e projeção internacional. O Anuário Antropológico foi publicado anualmente até 2009, mudando sua periodicidade para semestral em 2010 e, em 2020 o periódico altera sua periodicidade e começa a ser publicado quadrimestralmente, apresentando três edições por ano (janeiro-abril, maio-agosto e setembro-dezembro).

O periódico publica contribuições inéditas, reunindo uma parcela significativa da produção nacional e com distribuição internacional. Desde a sua criação, o Anuário Antropológico tem recebido contribuições de colegas de outras universidades do país e de outros países, principalmente da América Latina. Para cumprir esse objetivo internacional, o Anuário Antropológico aceita textos inéditos em português, inglês, espanhol ou francês para publicação na forma de artigos, entrevistas, conferências, ensaios visuais e bibliográficos e resenhas de livros e filmes recentes. Os textos acadêmicos publicados apresentam pesquisas científicas de qualidade e diálogos teóricos relevantes a partir de diversas perspectivas analíticas.

As contribuições são avaliadas pela Equipe Editorial (quanto à adequação do perfil e à linha editorial do periódico) e por avaliadores ad hoc externos (quanto ao conteúdo e qualidade das contribuições), através da revisão por pares em duplo anonimato.

Este periódico oferece acesso imediato e gratuito ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que a disponibilidade gratuita de conhecimento científico proporciona uma maior democratização do conhecimento.

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search