Navigation – Plan du site
Resenhas

Uma nova travessia da Amazônia brasileira: as ricas contribuições da pesquisa de campo

Une nouvelle traversée de l’Amazonie brésilienne : les riches apports des recherches de terrain
A new crossing of the Brazilian Amazon: the rich contributions of field research
Christian Girault
Référence(s) :

François-Michel LE TOURNEAU (sous la direction de) Amazonie brésilienne. Usages et représentations du territoire. Collection Travaux et mémoires » N° 88, Éditions de l’Institut des Hautes Études de l’Amérique Latine, Paris, 2017, 375 p.

Texte intégral

1Este livro apresenta os resultados do trabalho de um grupo de pesquisadores liderados por François-Michel Le Tourneau, geógrafo, diretor de pesquisa no CNRS, que trabalhou durante vários anos com “populações tradicionais” de uma vasta região localizada nos estados Pará e Amapá, ao longo de afluentes da margem esquerda do Amazonas, como Trombetas ou Jari. Por “populações tradicionais” entende-se, como os autores explicam, pequenas comunidades, bastante isoladas, que incluem camponeses de várias origens, que exploram para grandes comerciantes produtos florestais, como castanhas do Pará (Bertholletia excelsa) e açaí (Oleracera Euterpe), e completam a sua subsistência com agricultura e criação de pequenos animais.

2Os dados qualitativos e quantitativos recolhidos em campo mostram uma transformação social dessas comunidades ao longo de um período de trinta a quarenta anos, relacionada com a intensa mestiçagem dos grupos ameríndios, dos negros dos quilombos (quilombolas) e dos recém-chegados (principalmente Nordestinos), bem como afirma o papel do Estado, que traz escola e ajudas às família populares, que delimita as áreas de proteção ambiental ... A região muda com uma abertura progressiva, a chegada da televisão e do telefone celular enquanto o desmatamento continua junto com o início o desenvolvimento da pecuária e de projetos de mineração. Assim sendo, as populações, visando a melhor apropriação do seu território, são forçados a defender os seus direitos coletivos à terra, a organizarem-se em cooperativas e a participar mais na vida cívica a nível local e também a nível nacional.

3A análise cuidadosa dos dados históricos e socioeconômicos das comunidades, dos estilos de vida das famílias e o estudo dos “mapas mentais” do seu ambiente, concebidos pelos residentes, permitem traçar uma imagem convincente de realidades raramente percebidas por observadores apressados. O desenvolvimento da metodologia de pesquisa, a junção de dados de três locais de pesquisa principais e seu processamento certamente exigiram uma “orquestração” delicada. A estrutura bem organizada do livro, que dá um espaço necessário para a contextualização geográfica e histórica da região estudada (primeira parte), permite abordar em profundidade os temas das atividades agrícolas e extrativistas (segunda parte), o conhecimento de o espaço vivido por essas populações (terceira parte) e questões de mobilidade entre cidade e floresta e status da terra (quarta parte).

4Esse trabalho coletivo oferece uma rica “travessia” de um espaço amazônico que, deve-se notar, está próximo ao departamento francês da Guyane, já bem estudado pelas equipes multidisciplinares do IRD e do CNRS e constitui uma nova contribuição de valor para a vasta bibliografia francesa sobre o Brasil.

Haut de page

Pour citer cet article

Référence électronique

Christian Girault, « Uma nova travessia da Amazônia brasileira: as ricas contribuições da pesquisa de campo », Confins [En ligne], 37 | 2018, mis en ligne le 05 octobre 2018, consulté le 22 octobre 2018. URL : http://journals.openedition.org/confins/15903

Haut de page

Droits d’auteur

Licence Creative Commons
Confins – Revue franco-brésilienne de géographie est mis à disposition selon les termes de la licence Creative Commons Attribution - Pas d’Utilisation Commerciale - Partage dans les Mêmes Conditions 4.0 International.

Haut de page
  • Logo Revue soutenue par l’Institut des sciences humaines et sociales du CNRS
  • Logo DOAJ - Directory of Open Access Journals
  • Logo Index Latindex
  • Logo IHEAL (Institut des Hautes Études de l'Amérique Latine)
  • Logo CREDA (Centre de recherche et de Documentation sur les Amériques)
  • Logo USP (Universidade de São Paulo)
  • OpenEdition Journals