Navigation – Plan du site

AccueilNuméros43Imagens comentadasA geografia no Ranking Universitá...

Imagens comentadas

A geografia no Ranking Universitário Folha 2019

La géographie dans le Classement universitaire Folha 2019
Geography in the University Ranking Folha 2019
René Somain

Résumés

O ranking de Universidades da Folha de S. Paulo é uma avaliação anual de todas as universidades brasileiras que utiliza dados nacionais e internacionais e pesquisas de opinião para avaliá-las em cinco aspectos (pesquisa, ensino, marketing, internacionalização e inovação). O foco aqui é nos departamentos de geografia e, usando esses dados, são desenvolvidos mapas de sua nota geral, da nota dada pelo Ministério da Educação e da nota dada pelos concluintes.

Le classement des Universités fait par la Folha de S. Paulo est une évaluation annuelle de toutes les universités brésiliennes qui utilise des données nationales et internationales et des sondages d'opinion pour les évaluer sous cinq aspects (recherche, enseignement, marketing, internationalisation et innovation). L'accent est ici mis sur les départements de géographie et en utilisant ces données sont élaborées des cartes de leur note globale, de la note donnée par le Ministère de l'Éducation et de la note donnée par les étudiants qui y ont été formés.

Haut de page

Entrées d’index

Haut de page

Texte intégral

1A divulgação do Ranking Universitário Folha (RUF) de 2019, em 7 de outubro de 2019, despertou, como a cada ano, o interesse da comunidade universitária brasileira, especialmente desde que este ano de 2019 o título do artigo de Sabine Righetti anunciando seu lançamento1 apresentava uma novidade que abriu com alarde sua seção de notícias: "USP é a melhor universidade do país; Unicamp ganha 2º lugar no RUF 2019. Estaduais paulistas dividem o topo pela primeira vez, enquanto as federais UFRJ e UFMG perdem espaço"2.

2O Ranking Universitário Folha 20193 é o mais recente de uma avaliação anual de todas as universidades ativas do país, que usa dados nacionais e internacionais e duas pesquisas de opinião do Datafolha, em cinco aspectos (pesquisa, ensino, mercado, internacionalização e inovação). Para classificar Universidades são usados os critérios que aparecem nas figuras 1 e 24:

Figura 1 Os critérios de avaliação das Universidades

Figura 1 Os critérios de avaliação das Universidades

Figura 2 Peso de cada critério de avaliação

Figura 2 Peso de cada critério de avaliação

3O RUF, além das Universidades, avalia também os 40 cursos com maior número de ingressantes no país5, dando acesso para cada um deles (classificados por ordem alfabética, da administração de empresas até a zootecnia) a dados detalhados6. A figura 3 explica como é feita a avaliação7.

Figura 3 Os critérios da avaliação de cursos

Figura 3 Os critérios da avaliação de cursos

4Na geografia foram avaliados os cursos "Geografia, Geografia - Licenciatura Ou Bacharelado, Ciências Humanas – Geografia e Abi – Geografia", cujas notas e ranking são detalhados na figura8.

Figura 4 Os cursos de geografia no RUF 2019

Figura 4 Os cursos de geografia no RUF 2019

5Entre as universidades públicas o curso da USP ocupa o primeiro lugar, seguido pela UFRJ do Rio de Janeiro e pela Unicamp, também do Estado de São Paulo, pela UFMG de Belo Horizonte e pela Unesp, cujos campos são localizados em várias cidades do Estado de São Paulo. As cinco seguintes estão todas nos Estados do Sudeste e Sul (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina), a única exceção sendo a UnB, do Distrito federal. Nas Universidades privadas a distribuição geográfica é a mesma, com duas exceções, Goiás e Sergipe.

6Como o site da RUF permite fazer o download da planilha, usamos esta possiblidade para elaborar mapas a partir destes dados: as figuras 5 e 6 mostram as variáveis contidas nas planilhas e as adaptações que foram feitas nelas para poder usá-las no software de cartografia.

Figura 5 As primeiras variáveis da planilha RUF

Figura 5 As primeiras variáveis da planilha RUF

7A lista completa das variáveis é a seguinte:

  • Posição

  • Nome

  • Estado

  • Pública ou Privada

  • Posição em avaliação do Mercado

  • Nota em avaliação do Mercado

  • Posição em qualidade de ensino

  • Nota em qualidade de ensino

  • Posição em Instrução dos Professores

  • Nota em Instrução dos Professores

  • Posição Nota dos concluintes

  • Nota dos concluintes

  • Posição Desistência

  • Nota Desistência

  • Posição em Tempo de Dedicação dos Professores

  • Nota em Tempo de Dedicação dos Professores

  • Posição no MEC

  • Nota no MEC

8Foram acrescentadas outras variáveis, como o código IBGE do município (necessário para a cartografia), o seu nome, a sua população em 2018, e – quando várias Universidades estavam situadas no mesmo município – a sua localização em um município vizinho, para poder fazê-los aparecerem todos no mapa: na escala do mapa o deslocamento é insignificante.

Figura 6 as variáveis complementares acrescentadas à planilha RUF

Figura 6 as variáveis complementares acrescentadas à planilha RUF

9A partir destes dados mapas foram elaborados usando o software Cartes et Données, da empresa francesa Articque9.

Figura 7 Os cursos de geografia na nota global do RUF 2019

Figura 7 Os cursos de geografia na nota global do RUF 2019

Fonte RUF 2019, elaboração Hervé Théry no software Cartes et Données

10A nota global dada pelo RUF 2019, levando em conta todas os critérios listados acima, destaca logicamente as principais universidades do país, as melhores notas (cor verde nos símbolos) inda às cidades maiores (tamanho do símbolo), independentemente do estatuto (formato do símbolo). As piores notas (cor vermelha do símbolo) estão quase todas no Sudeste, enquanto as do Nordeste obtêm, quase todas, bons resultados.

Figura 8 Os cursos de geografia de acordo com o MEC

Figura 8 Os cursos de geografia de acordo com o MEC

Fonte RUF 2019, elaboração Hervé Théry no software Cartes et Données

11O ranking do MEC contêm um número menor de cursos e resulta numa oposição geográfica diferente, com notas boas ou muito boas para os cursos localizados no Sudeste e no Sul (com raras exceções) e baixas no Nordeste, Norte e Centro-Oeste (exceto Brasília).

Figura 9 Os cursos de geografia de acordo com os concluintes

Figura 9 Os cursos de geografia de acordo com os concluintes

Fonte RUF 2019, elaboração Hervé Théry no software Cartes et Données

12O mapa elaborado com base nas notas dadas – de acordo com o RUF 2019 – pelos concluintes é mais contrastado e surpreendente: os concluintes do Norte, do Mato Grosso, do Mato Grosso do Sul e do Tocantins dão boas notas ao curso que os formou (exceto Manaus). Os do Nordeste são divididos, satisfeitos no Pernambuco e Alagoas, medianamente na Paraíba, no Rio Grande do Norte, no Ceará e no Maranhão, e dão nota baixa em Salvador, Aracaju e Teresina. Este comportamento se repete no Sudeste e no Sul onde predominam as cores alaranjada e vermelha das notas baixas e muito baixas, em quase todas as Universidades, até as mais prestigiosas e bem avaliadas tanto pelo MEC como pela nota global do RUF 2019. Não é fácil explicar o fenômeno, talvez seja ligado ao espírito crítico que é – com toda razão, por ser uma das bases do rigor acadêmico – ensinado aos alunos das melhores universidades, e que eles aplicam à formação que receberam.

13Este comportamento é especialmente nítido nas ciências humanas e sociais e se reflete na "imagem" (literal e metafórica) que o RUF 2019 dá do curso de geografia da USP. De um lado ele tem motivos para celebrar a sua posição nesta nova edição, que confirma a sua excelência, mas deve-se notar que ele aparece também numa luz diferente, menos gratificante, em um dos artigos de "notícias" que acompanham os resultados.

Figura 10 Fotos do Departamento de geografia da USP ilustrando um artigo do RUF 2019

Figura 10 Fotos do Departamento de geografia da USP ilustrando um artigo do RUF 2019

Fonte: Artigo da série "noticias" acompanhando a publicação do RUF 2019, https://ruf.folha.uol.com.br/​2019/​noticias/​demanda-por-cursos-de-filosofia-e-ciencias-sociais-despenca-no-pais.shtml

14O título do artigo é "Com menos interessados a demanda por cursos de filosofia e ciências sociais despenca no país"10, com o subtítulo "Motivos incluem fim da obrigatoriedade das matérias no ensino médio e estereótipo negativo de humanas".

  • 11 Nesta ordem, que consta na placa de concreto na frente do prédio...

15Não é o caso da geografia na USP, onde a demanda continua forte, mas a ilustração do artigo deixa claro a "imagem" – em todos os sentidos da palavra – que a/s pessoa/s que a escolheu/eram tem/têm sobre os cursos situados neste prédio. As fotografias que ilustram o artigo representam o prédio de geografia e história da USP11, onde está localizado o curso de geografia (Figura 10). A identificação é fácil graças à rampa, muito reconhecível, que ocupa o centro do prédio e de fato a legenda indica que as fotos foram feitas "no prédio onde são dados os cursos de história e geografia na FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Humanidades da USP)". Ele ocupa o centro da página e ela é cercada de "cartazes de protesto" ". Porém, nota-se um pequeno erro, a legenda diz que estas fotos estão "à direita e à esquerda" mas na verdade na página as imagens escolhidas estão – topograficamente, não ideologicamente – à direita e abaixo, não à esquerda...

Haut de page

Table des illustrations

Titre Figura 1 Os critérios de avaliação das Universidades
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/24939/img-1.jpg
Fichier image/jpeg, 112k
Titre Figura 2 Peso de cada critério de avaliação
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/24939/img-2.jpg
Fichier image/jpeg, 476k
Titre Figura 3 Os critérios da avaliação de cursos
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/24939/img-3.png
Fichier image/png, 92k
Titre Figura 4 Os cursos de geografia no RUF 2019
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/24939/img-4.jpg
Fichier image/jpeg, 472k
Titre Figura 5 As primeiras variáveis da planilha RUF
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/24939/img-5.jpg
Fichier image/jpeg, 84k
Titre Figura 6 as variáveis complementares acrescentadas à planilha RUF
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/24939/img-6.jpg
Fichier image/jpeg, 92k
Titre Figura 7 Os cursos de geografia na nota global do RUF 2019
Crédits Fonte RUF 2019, elaboração Hervé Théry no software Cartes et Données
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/24939/img-7.jpg
Fichier image/jpeg, 276k
Titre Figura 8 Os cursos de geografia de acordo com o MEC
Crédits Fonte RUF 2019, elaboração Hervé Théry no software Cartes et Données
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/24939/img-8.jpg
Fichier image/jpeg, 236k
Titre Figura 9 Os cursos de geografia de acordo com os concluintes
Crédits Fonte RUF 2019, elaboração Hervé Théry no software Cartes et Données
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/24939/img-9.jpg
Fichier image/jpeg, 256k
Titre Figura 10 Fotos do Departamento de geografia da USP ilustrando um artigo do RUF 2019
Crédits Fonte: Artigo da série "noticias" acompanhando a publicação do RUF 2019, https://ruf.folha.uol.com.br/​2019/​noticias/​demanda-por-cursos-de-filosofia-e-ciencias-sociais-despenca-no-pais.shtml
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/24939/img-10.jpg
Fichier image/jpeg, 780k
Haut de page

Pour citer cet article

Référence électronique

René Somain, « A geografia no Ranking Universitário Folha 2019 »Confins [En ligne], 43 | 2019, mis en ligne le 15 décembre 2019, consulté le 11 avril 2021. URL : http://journals.openedition.org/confins/24939 ; DOI : https://doi.org/10.4000/confins.24939

Haut de page

Auteur

René Somain

Geógrafo, rene.somain@yahoo.com.br

Articles du même auteur

Haut de page

Droits d’auteur

Licence Creative Commons
Confins – Revue franco-brésilienne de géographie est mis à disposition selon les termes de la licence Creative Commons Attribution - Pas d’Utilisation Commerciale - Partage dans les Mêmes Conditions 4.0 International.

Haut de page
  • Logo Revue soutenue par l’Institut des sciences humaines et sociales du CNRS
  • Logo DOAJ - Directory of Open Access Journals
  • Logo Index Latindex
  • Logo IHEAL (Institut des Hautes Études de l'Amérique Latine)
  • Logo CREDA (Centre de recherche et de Documentation sur les Amériques)
  • Logo USP (Universidade de São Paulo)
  • OpenEdition Journals
Search OpenEdition Search

You will be redirected to OpenEdition Search