Navigation – Plan du site

AccueilNuméros50HomenagemImagens de duas carreiras

Homenagem

Imagens de duas carreiras

Images de deux carrières
Images of two careers
Hervé Théry

Texte intégral

1Seguem algumas imagens das duas carreiras de Neli Aparecida de Mello-Théry, a primeira em planejamento urbano e gestão ambiental, a segunda como professora na Universidade de São Paulo, esta última em colaboração estreita com a França e mantida até o fim1.

Carreira no planejamento urbano e na gestão ambiental

2O início da carreira de Neli foi primeiro em Goiás, depois em Brasília

  • 1975-1985 Instituto de Desenvolvimento Urbano e Regional de Goiás (INDUR), técnica em planejamento, elaboração de projeto de desenvolvimento para o aglomerado urbano de Goiânia e do Atlas Geográfico do Estado de Goiás

  • 1985-1987 Conselho Nacional do Desenvolvimento Urbano (CNDU), assessora à Diretoria do CNDU. Levantamento dos projetos de lei relativos ao desenvolvimento urbano no Congresso Nacional

  • 1987-1992 Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Diretora de Pesquisa e Divulgação (1990-1991), Coordenadora do Relatório do Brasil para a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio92)

  • 1995 Secretaria de Meio Ambiente e Tecnologia do Distrito Federal, SEMATEC, Brasil, Diretora de Educação Ambiental

  • 1995-1999 Ministério do Meio Ambiente e da Amazonia Legal (MMA) Secretaria da Amazônia, Secretária Técnica do Subprograma de Políticas de Recursos Naturais do PPG-7.

3Em 1992, quando o Programa Piloto para Proteção das Florestas Tropicais do Brasil (conhecido como PPG7) foi lançado, o Brasil estava sob grande pressão internacional devido à degradação da Amazônia. Financiado com US$ 428 milhões, o programa teve quatro componentes, que deram origem a 28 projetos. A participação da sociedade civil brasileira fez com que a iniciativa ganhasse ainda mais relevância2.

4O primeiro desses componentes foi a criação de uma política nacional de manejo dos recursos naturais, onde Neli chefiava o Subprograma de Política de Recursos Naturais (SPRN) que se dedicava explicitamente ao fortalecimento de órgãos estaduais voltados para a gestão ambiental e de outras organizações participantes.

Secretaria da Amazônia do Ministério do Meio Ambiente (MMA), 1996

Secretaria da Amazônia do Ministério do Meio Ambiente (MMA), 1996

©Hervé Théry, 1996

5Como parte de suas funções, Neli costumava viajar para a Amazônia (cerca de uma vez por mês), indo sucessivamente a cada um dos Estados da região para se reunir com autoridades ambientais, mas também com as comunidades locais.

Com as comunidades em Nova Mamoré, Rondônia, 1996

Com as comunidades em Nova Mamoré, Rondônia, 1996

©Hervé Théry, 1996

6No entanto, essas funções oficiais não a impediram de retomar os seus estudos, obtendo em 1997 um Mestrado em Arquitetura e Urbanismo na Universidade de Brasília, UnB, “A urbanização pública do Distrito Federal e o comprometimento ambiental: o caso da sub-bacia do Riacho Fundo”, orientado por Marta Adriana Bustos Romero.

7Este mestrado brasileiro foi o prelúdio de uma mudança de carreira, da gestão ambiental para o ensino e pesquisa, iniciado pela redação de uma tese na França.

Tese na França

8A redação da tese, por mais absorvente que seja, foi acompanhada por diversas atividades, como a participação no Festival Internacional de Geografia de Saint-Dié: quando o Brasil foi o país convidado, em 1998, Neli fez parte da delegação brasileira. Ela também encontrou tempo, pois tinha um grande interesse nesta atividade, para fazer trabalho de campo na França.

  • 1998 – 1999 DEA (diplôme d’études approfondies) Géographie et Pratique du Développement. Université de Paris X – Nanterre, « Les bassins hydrologiques urbains », (orientador Alain Dubresson).

  • 1999-2002 Doutorado em co-tutela entre a Université de Paris X, Nanterre, Paris X (orientador: Alain Musset) et a Universidade de São Paulo, USP (orientador: Wanderley Messias da Costa, Políticas públicas territoriais na Amazônia brasileira: conflitos entre conservação ambiental e desenvolvimento.

Neli delegação brasileira no Festival Internacional de Geografia de Saint Dié, outubro 1998

Neli delegação brasileira no Festival Internacional de Geografia de Saint Dié, outubro 1998

©Hervé Théry, 1998

Trabalhando na tese, ‎4 ‎janeiro de ‎2002

Trabalhando na tese, ‎4 ‎janeiro de ‎2002

©Hervé Théry, 2002

Trabalho de campo em Dol de Bretagne, maio de 2000

Trabalho de campo em Dol de Bretagne, maio de 2000

©Hervé Théry, 2000

Defesa da tese, 2002

Defesa da tese, 2002

©Hervé Théry, 2002

Professora na EACH-USP

9De volta ao Brasil, Neli passou três anos no CDS, centro de estudos do desenvolvimento sustentável da Universidade de Brasília, antes de ser eleita professora da USP, onde lecionou na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) desde a sua criação, em 2005, e na unidade foi também coordenadora do bacharelado em Gestão Ambiental

Com alunos em Piracicaba 2007

Com alunos em Piracicaba 2007

©Hervé Théry, 2007

10Entre 2014 e 2018, foi vice-diretora da EACH, quando também esteve à frente da Comissão Ambiental, atuando na construção de valores e soluções que definiram o marco do planejamento e da gestão ambiental de unidade.

Palestra na ocasião dos dez anos de fundação da EACH 2015

Palestra na ocasião dos dez anos de fundação da EACH 2015

©EACH 2015

11Em 2011 sete títulos da Edusp, a editora da USP, foram selecionados pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE) para figurar na lista de livros a serem distribuídos entre professores e bibliotecas da rede pública estadual. Entre eles estava o Atlas do Brasil, de Hervé Théry e Neli Aparecida de Mello-Théry3. A venda total foi de 64 mil exemplares – uma das maiores já realizadas pela Editora da USP.

O Atlas do Brasil escolhido para distribuição nas escolas do Estado de São Paulo

O Atlas do Brasil escolhido para distribuição nas escolas do Estado de São Paulo

©Ernani Coimbra

12Ao longo desse período em São Paulo, o trabalho de campo continuou sendo uma das atividades centrais de Neli, tanto para suas atividades de pesquisa quanto para a formação desses alunos. Era tão importante para ela que lhe dedicou um de seus últimos artigos, publicado em 2020 na revista Confins, “O campo é um laboratório para a gestão ambiental”4.

Trabalho de campo com a Defesa civil ‎‎25 ‎agosto ‎2008

Trabalho de campo com a Defesa civil ‎‎25 ‎agosto ‎2008

13©Hervé Théry, 2008

14Outra atividade central para ela foi a coordenação de um dos grupos do Instituto de Estudos Avançados da USP, “Políticas Públicas, Territorialidades e Sociedade” 5.

IEA USP de junho de 2018

IEA USP de junho de 2018

Hervé Théry, Neli Aparecida de Mello-Théry, Peter Schweizer e Andrea Lampis. No seminário Dinamicas socioterritoriais na America latina, 4 de junho de 2018

©IEA-USP 2018

15Relações com a França

16Neli teve ao longo da sua carreira uma colaboração estreita com a França, lembrada no site da Embaixada da França no Brasil em uma homenagem particularmente calorosa e bem documentada6. Outra fonte complementar é a homenagem que lhe foi prestada pelo IHEST (Institut des Hautes Etudes en Sciences et Technologies), do qual foi auditora7.

  • De 1999 a 2004 foi pesquisadora associadas na École Normale Supérieure- ENS de Paris

  • Em 2008 ela participou ao Projeto EuroBroadMap, financiado pela União Européia

  • Em 2008 foi Professor visitante, na Chaire Simon Bolivar, do IHEAL, no Institut de Hautes Etudes de l'Amérique Latine, em Paris

  • Em 2008 também, na Université de Rennes 2, foi professora visitante no âmbito da Chaire des Amériques, dando cursos para graduação e pós-graduação no Departamento de Geografia e desenvolvendo pesquisa no Laboratório Costel.

  • Em 2012 – 2013 seguiu o Cycle national 2012-13 do Institut des Hautes Études pour la Science et Technologie, IHEST, « Sciences et Progrès : réalités, paradoxes et utopies ». (460h). Foi concluido por um trabalho sobre Le design pour l'intérêt général orientado por Marie-Françoise Chevallier-Le Guyader. Neli participou no fim do período na Université d’été 2013 do IHEST- Neli Aparecida De Mello Thery, onde foi gravado uma das suas contribuições8.

17No seu retorno ao Brasil, essa colaboração foi estendida por meio de um acordo de cooperação entre o IHEST e a USP-EACH. A diretora da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH/USP), professora Maria Cristina Motta de Toledo, assinou no dia 7 de abril de 2016 um convênio acadêmico internacional com a instituição francesa Institut des Hautes Etudes pour la Science et la Technologie (IHEST) para cooperação acadêmica em diversas áreas de interesse como ciência, inovação, tecnologia e sociedade. Organizado pela vice-diretora da EACH, a professora Neli Aparecida de Mello-Théry, o evento reuniu diversos institutos e pesquisadores

Seminario internacional na EACH, abril 2016

Seminario internacional na EACH, abril 2016

©EACH 2018

18A colaboração com a Universidade Rennes 2 teve também desdobramentos com a redação de uma Habilitation à diriger des recherches (equivalente francês do Livre Docência), defendida em 2011. A banca, cujo presidente era Paul Claval, incluía Marcel Bursztyn (CDS-UnB), Sébastien Velut (Université Sorbonne Nouvelle), Vincent Dubreuil (Université Rennes 2), Martine Droulers (CNRS) et Guy Baudelle (Université Rennes 2),

Defesa da Habilitation à diriger des recherches- HDR, ‎2011

Defesa da Habilitation à diriger des recherches- HDR, ‎2011

©Hervé Théry 2011

Até o fim

19Neli teve até o fim atividades de pesquisa e ensino. Ela contribuiu para a criação do projeto Montpellier Advanced Knowledge Institute on Transitions (MAK'IT) lançado oficialmente no primeiro trimestre de 2019. Este novo instituto de estudos avançados foi pensado como um espaço para o desenvolvimento de uma nova inteligência coletiva de ação para o desenvolvimento sustentável,pela mobilização das comunidades científicas.

20A fim de apoiar a criação do MAK'IT, um grupo piloto de cinco pesquisadores sênior internacionais juntou-se a Montpellier em agosto de 2018 por um período de quatro meses. Neli fez parte dele ao lado de Philippe Mayaud (professor em doenças infecciosas e saúde reprodutiva, London School of Hygiene & Tropical Medicine, (John Porter (professor emérito em mudanças climáticas e segurança alimentar, Universidade de Copenhagen), Habiba Bouhamed Chaabouni (professora em medicina genética, Universidade de Tunis-El Manar) e Martin Van Ittersum (Professor de produção e sistemas alimentares, Universidade de Wageningen, Países Baixos).

Os pesquisadores sênior do projeto Mak’it

Os pesquisadores sênior do projeto Mak’it

©Alexa Zerkow, Mak’it 2018

21Entre suas últimas atividades de pesquisa, destaca-se a participação na jornada de trabalho; “Censos brasileiros: perspectivas históricas e desafios atuais (1920-2020)” de 28 de janeiro de 2020, organizada por Claudia Damasceno (EHESS- Mondes Américains/CRBC) e Alexandre Camargo (Iuperj-UCAM, professor convidado da EHESS)

CRBC Journée Censos 20-1-2020

CRBC Journée Censos 20-1-2020

©Hervé Théry 2020

22Neli deu até o fim as suas aulas na EACH, ministradas remotamente ao longo de todo o segundo semestre de 2020

Últimas aulas, novembro 2020

Últimas aulas, novembro 2020

©Hervé Théry 2020

Imagem final

23Finalmente, vamos manter dela esta imagem sorridente, tirada durante uma conferência da IEA-USP, Diálogos Sobre a Amazônia na Contemporaneidade, Ateliê de Ideias e Propostas - 3° Encontro - 25 de maio de 2015

Haut de page

Table des illustrations

Titre Secretaria da Amazônia do Ministério do Meio Ambiente (MMA), 1996
Crédits ©Hervé Théry, 1996
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-1.jpg
Fichier image/jpeg, 775k
Titre Com as comunidades em Nova Mamoré, Rondônia, 1996
Crédits ©Hervé Théry, 1996
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-2.jpg
Fichier image/jpeg, 465k
Titre Neli delegação brasileira no Festival Internacional de Geografia de Saint Dié, outubro 1998
Crédits ©Hervé Théry, 1998
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-3.jpg
Fichier image/jpeg, 893k
Titre Trabalhando na tese, ‎4 ‎janeiro de ‎2002
Crédits ©Hervé Théry, 2002
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-4.jpg
Fichier image/jpeg, 219k
Titre Trabalho de campo em Dol de Bretagne, maio de 2000
Crédits ©Hervé Théry, 2000
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-5.jpg
Fichier image/jpeg, 296k
Titre Defesa da tese, 2002
Crédits ©Hervé Théry, 2002
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-6.jpg
Fichier image/jpeg, 311k
Titre Com alunos em Piracicaba 2007
Crédits ©Hervé Théry, 2007
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-7.jpg
Fichier image/jpeg, 450k
Titre Palestra na ocasião dos dez anos de fundação da EACH 2015
Crédits ©EACH 2015
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-8.jpg
Fichier image/jpeg, 322k
Titre O Atlas do Brasil escolhido para distribuição nas escolas do Estado de São Paulo
Crédits ©Ernani Coimbra
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-9.jpg
Fichier image/jpeg, 763k
Titre Trabalho de campo com a Defesa civil ‎‎25 ‎agosto ‎2008
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-10.jpg
Fichier image/jpeg, 647k
Titre IEA USP de junho de 2018
Légende Hervé Théry, Neli Aparecida de Mello-Théry, Peter Schweizer e Andrea Lampis. No seminário Dinamicas socioterritoriais na America latina, 4 de junho de 2018
Crédits ©IEA-USP 2018
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-11.jpg
Fichier image/jpeg, 258k
Titre Seminario internacional na EACH, abril 2016
Crédits ©EACH 2018
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-12.jpg
Fichier image/jpeg, 504k
Titre Defesa da Habilitation à diriger des recherches- HDR, ‎2011
Crédits ©Hervé Théry 2011
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-13.jpg
Fichier image/jpeg, 395k
Titre Os pesquisadores sênior do projeto Mak’it
Crédits ©Alexa Zerkow, Mak’it 2018
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-14.jpg
Fichier image/jpeg, 1,4M
Titre CRBC Journée Censos 20-1-2020
Crédits ©Hervé Théry 2020
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-15.jpg
Fichier image/jpeg, 267k
Titre Últimas aulas, novembro 2020
Crédits ©Hervé Théry 2020
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-16.jpg
Fichier image/jpeg, 494k
Crédits ©IEA-USP, 2015
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/36270/img-17.jpg
Fichier image/jpeg, 412k
Haut de page

Pour citer cet article

Référence électronique

Hervé Théry, « Imagens de duas carreiras »Confins [En ligne], 50 | 2021, mis en ligne le 29 mai 2021, consulté le 27 octobre 2021. URL : http://journals.openedition.org/confins/36270 ; DOI : https://doi.org/10.4000/confins.36270

Haut de page

Auteur

Hervé Théry

Directeur de recherche émérite au CNRS-Creda e professor na USP-PPGH

Articles du même auteur

Haut de page

Droits d’auteur

Licence Creative Commons
Confins – Revue franco-brésilienne de géographie est mis à disposition selon les termes de la licence Creative Commons Attribution - Pas d’Utilisation Commerciale - Partage dans les Mêmes Conditions 4.0 International.

Haut de page
  • Logo IHEAL (Institut des Hautes Études de l'Amérique Latine)
  • Logo CREDA (Centre de recherche et de Documentation sur les Amériques)
  • Logo USP (Universidade de São Paulo)
  • DOAJ - Directory of Open Access Journals
  • Latindex - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
  • Revue soutenue par l’Institut des sciences humaines et sociales du CNRS
    CNRS - Institut national des sciences humaines et sociales
  • OpenEdition Journals
Search OpenEdition Search

You will be redirected to OpenEdition Search