Navigation – Plan du site

AccueilNuméros60Imagens comentadasPrimeiros resultados do Censo dem...

Imagens comentadas

Primeiros resultados do Censo demográfico 2022

Premiers résultats du recensement démographique 2022
First results of the 2022 demographic census
Confins

Entrées d’index

Index géographique :

Brasil
Haut de page

Texte intégral

1Os primeiros dados do Censo Demográfico 2022 foram divulgados no dia 28 de junho. A edição de 2022 começou a ser planejada em 2017, para ser realizada em 2020, mas, devido à pandemia de Covid-19, o processo foi interrompido e, por conta dos cortes no orçamento federal feitos pelo Governo Bolsonaro, os preparativos só foram retomados em 2021.

2Esses dados mostram que a população do Brasil atingiu 203.062.512 pessoas, com um aumento de 12,3 milhões na última década (abaixo da estimativa do órgão, que apontava para um total de 207,7 milhões de pessoas), um crescimento médio da população de 0,52%, a menor taxa de crescimento populacional desde o primeiro Censo do Brasil, em 1872.

Figura 1 Crescimento da população do Brasil de 1872 a 2022

Figura 1 Crescimento da população do Brasil de 1872 a 2022

3O país agora tem 90,7 milhões de domicílios, 34% a mais do que há uma década. A Região Sudeste abriga 41,8% da população do país, totalizando 84,8 milhões de habitantes: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro são os Estados mais populosos, concentrando 39,9% do total brasileiro. São Paulo é a maior cidade do país, com 11.451.245 habitantes – quase o dobro do Rio de Janeiro (6.211.423 habitantes). O Centro-Oeste é a região menos populosa, com 16,3 milhões de habitantes. Ao todo, as concentrações urbanas abrigam 124,1 milhões de pessoas, 61% da população brasileira.

Figura 2 População de municípios com mais de 50.000 habitantes em 2022

Figura 2 População de municípios com mais de 50.000 habitantes em 2022

4De modo geral, a população continua crescendo, mas não uniformemente: aparecem declínios em algumas regiões, como no sul da Bahia e do Rio Grande do Sul. As grandes cidades do Nordeste estão vendo sua população diminuir, e 9 das 22 cidades da Região Metropolitana do Rio de Janeiro perderam habitantes nos últimos 12 anos, incluindo a capital, que perdeu mais de 100 mil habitantes. Até em regiões recentemente ocupadas por frentes pioneiras da Amazônia a população está diminuindo, por exemplo em Rondônia, no oeste do Maranhão e no leste do Pará, um declínio que precisará ser explicado.

Figura 3 Ganhos e perdas populacionais (variações > 3.000 habitantes)

Figura 3 Ganhos e perdas populacionais (variações > 3.000 habitantes)

5A Figura 4 resume essa evolução usando uma anamorfose em que a área de superfície dos Estados é proporcional à sua população em 2022.

Figura 4 Crescimento da população dos Estados de 2010 a 2022

Figura 4 Crescimento da população dos Estados de 2010 a 2022

6Uma das mudanças que chamou a atenção foi o aumento significativo – para quase o dobro - da população “indígena” (para usar a terminologia do IBGE):segundo o Censo ela é de 1.693.535 de pessoas, o que representa 0,83% do total de habitantes do país, 88,8% maior que a registrada em 2010 (896.917 pesoas). O aumento no período é explicado principalmente pelas mudanças metodológicas feitas para melhorar a captação dessa população: enquanto em 2010 apenas os habitantes das “terras indígenas” (TIs) foram questionados para determinar se se definiam como “indígenas”, desta vez a pergunta foi feita a todos os habitantes do país, possibilitando identificar também aqueles que optaram por não viver nas terras indígenas: a Figura 5 mostra a distribuição dos dois grupos.

Figura 5 Moradores indígenas dentro e fora das terras indígenas.

Figura 5 Moradores indígenas dentro e fora das terras indígenas.

7As Figuras 6 e 7 mostram o número e a proporção de pessoas não indígenas que vivem em terras indígenas e, inversamente, pessoas que afirmam ser indígenas, mas vivem em outros lugares.

Figura 6 Moradores não indígenas em terras indígenas

Figura 6 Moradores não indígenas em terras indígenas

Figura 7 Moradores indígenas fora de terras indígenas

Figura 7 Moradores indígenas fora de terras indígenas
  • 1 Descendentes de escravos fugitivos, que se estabeleceram em comunidades onde puderam se estabelecer (...)

8Logo após os resultados do censo demográfico, o IBGE também publicou um estudo específico sobre as populações quilombolas1. Sua distribuição também merecerá uma análise mais detalhada nas próximas edições de Confins.

Figura 8 Quilombolas, número e proporção na população.

Figura 8 Quilombolas, número e proporção na população.

9Para consultar os primeiros resultados, acesse: sidra.ibge.gov.br/censo-demografico/demografico-2022/primeiros-resultados. Alguns dados, em formato de tabela, também estão disponíveis em: censo2022.ibge.gov.br/panorama .

Haut de page

Notes

1 Descendentes de escravos fugitivos, que se estabeleceram em comunidades onde puderam se estabelecer longe daqueles que buscavam recapturá-los

Haut de page

Table des illustrations

Titre Figura 1 Crescimento da população do Brasil de 1872 a 2022
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/53938/img-1.jpg
Fichier image/jpeg, 81k
Titre Figura 2 População de municípios com mais de 50.000 habitantes em 2022
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/53938/img-2.png
Fichier image/png, 145k
Titre Figura 3 Ganhos e perdas populacionais (variações > 3.000 habitantes)
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/53938/img-3.jpg
Fichier image/jpeg, 266k
Titre Figura 4 Crescimento da população dos Estados de 2010 a 2022
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/53938/img-4.jpg
Fichier image/jpeg, 313k
Titre Figura 5 Moradores indígenas dentro e fora das terras indígenas.
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/53938/img-5.jpg
Fichier image/jpeg, 460k
Titre Figura 6 Moradores não indígenas em terras indígenas
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/53938/img-6.jpg
Fichier image/jpeg, 272k
Titre Figura 7 Moradores indígenas fora de terras indígenas
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/53938/img-7.jpg
Fichier image/jpeg, 333k
Titre Figura 8 Quilombolas, número e proporção na população.
URL http://journals.openedition.org/confins/docannexe/image/53938/img-8.jpg
Fichier image/jpeg, 267k
Haut de page

Pour citer cet article

Référence électronique

Confins, « Primeiros resultados do Censo demográfico 2022 »Confins [En ligne], 60 | 2023, mis en ligne le 05 octobre 2023, consulté le 24 février 2024. URL : http://journals.openedition.org/confins/53938 ; DOI : https://doi.org/10.4000/confins.53938

Haut de page

Auteur

Confins

Articles du même auteur

Haut de page

Droits d’auteur

CC-BY-NC-SA-4.0

Le texte seul est utilisable sous licence CC BY-NC-SA 4.0. Les autres éléments (illustrations, fichiers annexes importés) sont « Tous droits réservés », sauf mention contraire.

Haut de page
Search OpenEdition Search

You will be redirected to OpenEdition Search