Navegação – Mapa do site

InícioApresentaçãoCall for papersVolume 16, número 31 (2021)

Volume 16, número 31 (2021)

Call for papers para Comunicação Pública n.º 31 (dezembro de 2021)

Dossiê temático: Os Novos Territórios do Podcast

Editores:

Ana Isabel Reis (Faculdade de Letras da Universidade do Porto) e
Fábio Ribeiro (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro)

Línguas: Português; Inglês; Espanhol

Data limite para a submissão de artigos: 15 de Julho de 2021

Nos últimos anos tem-se registado um aumento significativo no consumo de Podcast, numa tendência que parece já não ser exclusivamente internacional. Em Portugal, durante o confinamento provocado pela pandemia da Covid-19, no primeiro trimestre de 2020, seguiu-se essa tendência. Dirigido tanto para as grandes audiências como para pequenos nichos hiperespecializados, o Podcast tem vindo a ser utilizado não apenas pelos meios de comunicação, mas também nas mais diferentes áreas: da política às relações públicas, do ensino à comunicação organizacional, da cultura ao desporto. O dossiê “Os novos territórios do Podcast” tem por objetivo explorar esse carácter multifacetado do Podcast.

***

O Podcast nasceu à margem dos média tradicionais e é assim que se tem afirmado e crescido. O precursor do Podcast, o audioblogue, surgiu em 2001 (Gallego, 2010), mas só em 2004 a palavra aparece pela primeira vez num artigo do jornal The Guardian sobre a descarga de ficheiros áudio na Internet. Berry (2006) define Podcast como conteúdos áudio criados em formato .mp3, que se podem subscrever, receber, descarregar e ouvir em diversos dispositivos. O Podcast pode ser criado por produtores de rádio independentes, artistas e rádio amadores (Bonini, 2015), ou pode ser produzido pelos média, instituições de ensino, empresas, partidos políticos e órgãos de poder, agentes culturais e desportivos, movimentos da sociedade civil e cidadãos anónimos. É um formato que não precisa de um estúdio ou equipamento profissional. No entanto, a definição de Podcast não é consensual entre académicos. Para Berry (2006), o Podcast não é apenas uma nova plataforma de distribuição, mas um novo meio em si mesmo, que seria o resultado da junção do áudio da internet e dos dispositivos portáteis, e que ainda procura uma identidade própria desligada da rádio.

Se o Podcast era uma produção amadora do tipo ‘do-it-yourself’, numa segunda fase encontrou formas de se sustentar financeiramente como um meio de comunicação comercial (Bonini, 2015), impulsionado pelo crowdfunding, pelo uso generalizado dos smartphones e pela criatividade de uma nova geração de produtores. Dirigido a nichos de audiência, tanto amplia a voz de figuras mediáticas, como revela protagonistas anónimos.

Os média utilizam-no para diversificar conteúdos e angariar audiências (Reis, 2018); os movimentos da sociedade civil e o poder político encontraram no Podcast uma nova via de difusão de ideias; as empresas usam-no como uma estratégia de construção de imagem corporativa; os professores integram-na como ferramenta pedagógica; para os agentes culturais é uma forma de expressão artística. As audiências ouvem, mas também produzem os seus próprios Podcasts, usando-os como um meio de interação (Oliveira e Ribeiro, 2015) e uma ferramenta de democratização do acesso à informação e ao discurso (Herschmann e Kischinhevsky, 2008). Os últimos anos têm sido de crescimento sobretudo entre os jovens e os relatórios recentes da área preveem que essa tendência se acentue e afirme.

Os estudos sobre o Podcast têm sido genéricos e incidido sobretudo na sua ligação com a rádio. Este número da Comunicação Pública não pretende descortinar a influência do contexto pandémico na emergência do Podcast. Pretende-se, essencialmente, examinar as novas relações de sociabilidade que o Podcast ensaiou, formatos e modelos de financiamento, medir o crescente interesse dos média em promover Podcasts próprios, estendendo até territórios menos habituais como a comunicação organizacional, atividade política ou cívica. Nesse sentido, este dossiê visa contribuir para o conhecimento científico sobre o Podcast nos estudos de média e noutras áreas em que se tem vindo a desenvolver bem como as suas audiências. Os artigos podem ter como referência os seguintes tópicos:

  • Podcast e jornalismo

  • Podcast na comunicação organizacional

  • Podcast e comunicação política

  • Podcast e Rádio

  • Podcast e audiências

  • Podcast e ensino

  • Podcast e modelos de financiamento

  • Estratégias de produção de podcasts

  • Podcast e ativismo

  • Podcast e entretenimento

DATAS IMPORTANTES

Abertura da chamada de artigos: 1 de março de 2021

Data limite para a submissão de artigos: 15 de julho de 2021

Data limite de envio do parecer final: 15 de outubro de 2021

Entrega das versões finais: 1 de novembro de 2021

Data de publicação do número: 15 de dezembro de 2021

Submissão dos artigos:

Os artigos devem ser submetidos através do modelo pré-formatado para submissão de artigos à Comunicação Pública (https://static.escs.ipl.pt/old/pdfs/investigacao/comunicacao_publica/CPublica-ESCS-Modelo.docx) para o seguinte endereço electrónico cpublica@escs.ipl.pt. No assunto deve constar: Dossiê temático 06_NTP.

Aceitam-se artigos em Inglês, Espanhol ou Português. As colaborações propostas à CP devem ser enviadas em Microsoft Word e conter resumo até 900 caracteres, 5 palavras-chave na língua em que estão escritos e também em inglês (no caso do artigo não estar escrito nesta língua) e os dados de identificação do autor (instituição, categoria, elementos de contacto e área de especialização). Os textos completos dos artigos, com bibliografias, anexos e referências não devem exceder os 50.000 caracteres, incluindo espaços, notas, bibliografia, quadros, imagens, etc.; os estudos, notas e recensões individuais não deverão ultrapassar os 10.000 caracteres. (Para mais informações consultar https://www.escs.ipl.pt/investigacao/revista-comunicacao-publica/normas-de-publicacao).

Os autores individuais ou coletivos dos artigos publicados renunciam aos seus direitos de autor a favor da Comunicação Pública.

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search