Navegação – Mapa do site

InícioChamadas para contribuiçõesChamadas fechadas“Trabalhar hoje: mudanças, perman...

“Trabalhar hoje: mudanças, permanências, estratégias, reinvenções”: chamada de artigos para o dossier de julho de 2021

Data limite para envio de propostas de artigos: 31 de julho de 2020

Editores responsáveis pelo dossier

Anísio José da Silva Araújo

Universidade Federal da Paraíba (UFPB) - Departamento de Psicologia e Programa de Pós-graduação em Psicologia Social da UFPB

Manuella Castelo Branco Pessoa

Universidade Federal da Paraíba (UFPB) - Departamento de Psicologia e Programa de Pós-graduação em Psicologia da Saúde da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)

Mary Yale Rodigues Neves

Universidade Federal Fluminense (UFF) - Instituto de Psicologia e Coordenadora do GT Modos de Vida e Trabalho da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Psicologia (Anpepp)

Thais Augusta de Oliveira Máximo

Universidade Federal da Paraíba (UFPB) - Departamento de Psicologia e Programa de Pós-graduação em Psicologia da Saúde da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)

Os artigos serão publicados numa das línguas da revista (português e espanhol). No entanto, os resumos das propostas, bem como os textos enviados para avaliação, podem ser redigidos em francês ou em inglês. Os autores serão responsáveis pela tradução para português ou espanhol, de acordo com o resultado da avaliação e as sugestões propostas pela Direção da Laboreal.

Calendário

31 de julho de 2020: data limite para recebimento das propostas com título, resumo (máximo de 500 palavras) e cinco referências bibliográficas (através do endereço eletrónico: laboreal@fpce.up.pt).

31 de agosto de 2020: data limite para informação aos autores sobre os resultados da avaliação dos resumos.

31 de outubro de 2020: data limite para recebimento dos artigos completos.

8 de fevereiro de 2021: data limite para informação aos autores sobre os resultados da avaliação do seu artigo.

1º de abril de 2021: data limite para recebimento da versão final do artigo, em espanhol ou português.

As propostas devem estar relacionadas com a problemática

“Trabalhar hoje: mudanças, permanências, estratégias, reinvenções”

O propósito desse dossiê é adentrar no universo de ocupações profissionais que surgem ou se reconfiguram em decorrência de mudanças recentes nos mundos do trabalho, sejam aquelas alavancadas pela intensificação do uso de novas tecnologias, sejam aquelas impelidas por determinadas configurações econômicas, sociais e políticas. Se em uma visão otimista, essas mudanças foram apreendidas como indicativas de um encaminhamento a novos patamares civilizatórios, paradoxalmente, o que se constata é a predominância de tendências que fazem eco com um passado de superexploração e ausência de direitos que se acreditava estar caminhando para a sua suplantação.

Tais dilemas estão presentes, por exemplo, nas ocupações cujo trabalho é mediado por tecnologias e plataformas digitais. Conforme o dossiê publicado em 2018 por esta revista, com foco nas ocupações assim caracterizadas, são complexos os efeitos das diversas formas de digitalização sobre o trabalho real. Acrescenta-se que aquilo que poderia, à primeira vista, significar um avanço na direção de conteúdos de trabalho mais atrativos ou comunitários, é vivenciado, muitas vezes, com custos psíquicos e físicos elevados, podendo contribuir para a fragilização da proteção trabalhista e para o processo de precarização social. Também se recoloca no centro do debate o trabalho atípico e informal, hoje apresentado como a relação de trabalho flexível por excelência. O interesse deste dossiê é conhecer as estratégias de resistência e de apropriação da atividade pelo trabalhador.

Nesse contexto, faz-se também necessário evidenciar como os sindicatos têm se posicionado nessa conjuntura, como estão reagindo às mudanças no trabalhar hoje e que novas estratégias de ação têm surgido.

Há que se entender ainda como, nesse cenário complexo, vêm se dando as relações entre trabalho, gênero e raça, em sua interseccionalidade, atentos aos sinais de mudanças e de continuidades. Neste campo temático, assume relevância a articulação entre o trabalho profissional e o doméstico, assim como o trabalho doméstico profissional em meio a um amplo cenário de desregulamentação do trabalho.

No difícil momento em que estamos vivendo, produzido pelo medo, o sofrimento, as limitações e as múltiplas mudanças geradas pela covid-19, entendemos que pesquisas que considerem seus impactos nos mundos do trabalho também serão oportunas.

Assim, busca-se promover o debate entre o macro e o micro, privilegiando a análise de situações reais de trabalho. Para tal, propõe-se acessar: as complexidades inerentes às situações de trabalho na atualidade, as novas competências requeridas, as evoluções ou involuções que se verificam; como a saúde é implicada nesse processo; os desafios que se apresentam e como são enfrentados. São estimuladas contribuições que apresentem uma perspectiva diacrônica, baseadas em pesquisas que tenham acompanhado de perto as mudanças ocorridas.

  • Logo Universidade do Porto
  • Logo Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT)
  • Logo Latindex
  • Logo Société d'Ergonomie de Langue Française
  • DOAJ - Directory of Open Access Journals
  • OpenEdition Journals
Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search