Navegação – Mapa do site

InícioNúmeros10Capa MIDAS 10: Varia

Capa MIDAS 10: Varia

Capa MIDAS 10: Varia

"Spice Sculpture (Curry)" (2009) de João Pedro Vale

Descrição

 A imagem da capa do 10.º número da revista MIDAS refere-se à obra “Spice Sculpture (Curry)” (2009) do artista português João Pedro Vale. Esta obra faz parte de um conjunto de esculturas feitas com especiarias que o artista intitulou como “Spice Sculptures”. De acordo com o artista:

«As esculturas são apresentadas como objectos arqueológicos provenientes de uma escavação, ideia reforçada pelo facto do pó que as reveste se ir deteriorando, revelando com o tempo pormenores escondidos na superfície da própria peça. Caberá ao seu proprietário continuar ou não todo o processo, já que dependerá da sua conservação o aspecto e o odor da peça que se vai perdendo com o tempo.

A utilização das especiarias surge no seguimento de alguns dos projectos onde o artista se tem debruçado sobre a ideia de exótico, nomeadamente através de uma referência aos descobrimentos portugueses e consequente colonização.

Tendo em conta que as especiarias surgem como o principal motivo do início dessas viagens, na medida em que Portugal procurava uma alternativa às rotas do médio oriente, falar sobre as especiarias é uma forma de falar sobre essas mesmas viagens e influências culturais que daí surgiram.

As esculturas partem de formas baseadas em peças de cerâmica de diferentes proveniências, tendo sempre em conta a sua possível ligação com lugares associados a essas viagens, mas que aqui se misturam, surgindo como objectos arqueológicos híbridos onde à forma proveniente de uma região se acrescentaram elementos decorativos de outra.

O “spice” do título faz ainda referência aos elementos sexuais utilizados, já que, foram utilizadas formas onde os elementos eróticos foram exagerados e utilizados desenhos alusivos ao erotismo. São utilizados elementos dos templos de Sarangapani ou Khajuraho da Índia ou esculturas africanas sem esquecer uma clara referencia à cerâmica malandra das caldas, hoje em vias de extinção.

As peças podem ser apresentadas em conjunto, sugerindo uma mistura de museu de arqueologia e mercado de especiarias, ou individualmente, como uma amostra da especiaria a que se refere.» (website do artista)

A escolha de obras de artistas para as capas da MIDAS visa o prolongamento da discussão sobre museus, sobre os seus modos de existência e sobre como são percebidos ou vividos na contemporaneidade.

Créditos
© João Pedro Vale. Conceção da capa de Elisa Noronha Nascimento
Ficheiro original
  • Logo CHAIA
  • Logo Instituto de História da Arte
  • Logo Cidehus
  • Logo CITCEM
  • Logo FCT
  • Logo REDIB - Rede Iberoamericana de Innovación Y Conocimiento Científico
  • DOAJ - Directory of Open Access Journals
  • OpenEdition Journals
Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search