Navigation – Plan du site

AccueilRubriquesGuide du chercheur américaniste2011Guia do pesquisador americanista ...

Ana Letícia Adami Batista, Ana Paula Gonçalves Souza, Bruna Dutra de Oliveira Soalheiro Cruz, Daniel Isaac Friedmann, Débora Gomes Pereira Amaral, Eduardo dos Santos Rocha, Fernanda Aires Bombardi, Gustavo Velloso, Laura Pereira Furquim, Laurent Azevedo Marques de Saes, Natália Alves Calejuri et Renata Cabral Bernabé

Guia do pesquisador americanista no Brasil

[29/09/2011]

Plan

Haut de page

Texte intégral

1Este guia tem por objetivo indicar algumas das mais importantes bibliotecas e arquivos do Brasil. Abarcando um número considerável de arquivos distribuídos nas regiões Norte e Sudeste do país, o guia viabiliza informações importantes, como endereço, dicas de alimentação e hospedagem, assim como considerações gerais sobre o acervo das instituições, para que o pesquisador interessado possa empreender suas investigações em território brasileiro. Cumpre ressaltar que o presente texto foi elaborado por um conjunto de estudantes e pesquisadores da Universidade de São Paulo, cujo ponto em comum é o fato de desenvolverem seus estudos no campo da história moderna. Geograficamente, nossas análises vão desde as Américas até o Japão, abordando uma gama de temas que abrange assuntos como Política, Escravidão, Cultura e Religião. Trata-se, portanto, de um conjunto heterogêneo de pesquisadores que efetuam suas investigações em diversos locais, sem, todavia, abranger a totalidade de arquivos e bibliotecas do Brasil. Consequentemente, este guia acabou omitindo importantes instituições como o Arquivo Público da Bahia, o Arquivo Público de Pernambuco, entre outros. Uma vez que esta revista é um meio de comunicação eletrônico, esperamos que, futuramente, outros investigadores possam enriquecê-la com mais informações sobre outras instituições.

Estado do Amazonas

Arquivo da diocese de São Gabriel da Cachoeira

Localização e contato

2Avenida Sete de Setembro, 105 – Centro [ao lado da Catedral e do Colégio São Gabriel]
São Gabriel da Cachoeira – AM
Telefone: + 55 97 3471-1367
Fax: + 55 97 3471-1287

Horários de atendimento

3De segunda-feira a sábado, das 8 às 12 horas e das 13:00 às 17:00.

Acesso e Consulta

4O responsável pela biblioteca é o Padre Reuberson. Para visitar o acervo é necessário agendamento prévio.

Descrição do acervo

5No arquivo da Diocese, a maioria da documentação é referente aos séculos XIX e XX. Há desde certidões de batismo (das quais a mais antiga data de 1808) até cartas do clero indígena, crônicas escritas pelos padres, atas de reuniões, certidões de casamentos, fotos de todas as missões do Rio Negro e afluentes, certificados e documentos de contabilidade, além de números do Jornal Diário Oficial de 1959 até 1997. Há uma série de mapas dos rios, missões e aldeias. Também constam do arquivo documentos como discos de vinil e vídeos gravados nas aldeias. A biblioteca possui livros dos séculos XVIII ao XX, muitos deles escritos pelos eclesiásticos.

Dicas de hospedagem

6As dicas a seguir são válidas tanto para quem vai ao Arquivo da Diocese quanto para quem vai ao Instituto Socioambiental.

7Hotel Roraima. Avenida Costa e Silva, 595 – Bairro Fortaleza. Telefone: (97) 3471-1385.

8O Instituto Socioambiental (ISA), situado na rua de trás da Catedral (sem nome) possui um alojamento com quartos (individuais ou coletivos), podendo os hóspedes utilizar-se da cozinha. O preço é variável e, dependendo do projeto, pode haver descontos para pesquisadores.

Dicas de alimentação

9Recomendamos os seguintes restaurantes na cidade de São Gabriel da Cachoeira

10Restaurante La Cave du Conde. Rua Brigadeiro Eduardo Gomes, 444 – Bairro Fortaleza. Telefone: (97) 3471-1738.

11Restaurante do Círculo Militar. Situado na mesma rua do ISA, ao lado da base militar.

Outras dicas

12São Gabriel da Cachoeira situa-se a cerca de 800 km de Manaus, sendo acessível apenas por avião ou barco. A empresa aérea que faz o trajeto a partir de Manaus é a TRIP, que não funciona às segundas-feiras; a viagem dura cerca de duas horas [http://www.voetrip.com.br/​]. O telefone do aeroporto é (97) 3471-1343. Já o barco deixa o Porto São Raimundo todas as quintas-feiras às 18 horas; as passagens podem ser compradas na hora. A viagem de barco comum (recreio) três dias, ao passo que a do barco expresso dura 24 horas.

Instituto socioambiental (ISA) – São Gabriel da Cachoeira

Endereço eletrônico

13http://www.socioambiental.org/​

Localização e contato

14São Gabriel da Cachoeira – AM.
[não possui endereço, pois a rua não tem nome; mas o instituto está situado na rua da praia, perto da base da marinha]; Caixa Postal 21;CEP: 69750-000

15Telefone/Fax: + 55 97 3471-1156

16E-mail: isarn@socioambiental.org

Horários de atendimento

17De segunda-feira a sábado, das 8 às 11:30; e das 14 às 17 horas.

Acesso e consulta

18É necessário marcar hora – o que pode ser feito até um dia antes – por meio do telefone ou e-mail.

Descrição do acervo

19O Instituto Socioambiental de São Gabriel dispõe de um acervo pequeno, porém especializado. Além de livros didáticos e paradidáticos escritos nas principais línguas faladas na região – nheengatu, baniwa, tukano e desana – há os que tratam de temas como Antropologia, Filosofia, História, Linguística e Direito indígenas; e que não se referem genericamente a “índios”, mas especificamente às etnias da região do Rio Negro e da Amazônia como um todo, extrapolando o território do Brasil. Há um banco de teses, formado por doações de pesquisadores que realizaram toda ou parte da sua pesquisa na região, e enviaram o resultado de seus trabalhos ao Instituto.

Dicas de hospedagem

20Além das opções já citadas para o Arquivo da Diocese, há mais uma

21Alojamento das redes do FOIRN – Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro –, instituição parceira do ISA.

Museu amazônico – Universidade federal do Amazonas – Manaus

Endereço eletrônico

22http://www.museuamazonico.ufam.edu.br/​

23Localização e Contato

24Rua Ramos Ferreira, 1036 – Centro [próximo à Livraria Valer]. Manaus – AM.

25Telefone: + 55 92 3306-5200 / + 55 92 3305-5200.

26E-mail: museuamazonico

27Obs.: O laboratório de arqueologia do Museu está situado no Campus Universitário da UFAM, Setor Sul. Uma das responsáveis é a arqueóloga Dra. Helena Lima.

28Funciona de segunda a sexta-feira das 9 às 15 horas e encontra-se aberto a visitantes, mediante agendamento prévio.

Horários de atendimento

29De segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas.

Descrição do acervo

30O Museu Amazônico é composto pela Biblioteca e pelas divisões de Museologia, Arqueologia, História e Documentação, e Antropologia – conta, portanto, com acervo documental, etnográfico e arqueológico. A Biblioteca Setorial do Museu Amazônico é subordinada à Biblioteca Central da UFAM, e seu acervo – que pode ser consultado on-line no endereço http://pergamum.ufam.edu.br/​biblioteca – é composto por folhetos, livros, dicionários, periódicos, enciclopédias, bibliografias, guias, manuais, atlas, teses e dissertações; além de materiais especiais – contendo publicações datadas desde o século XVIII até metade do XX – tais como CDs, DVDs e fotografias. O acervo histórico conta com documentação que vai do século XVI ao XX. O setor arqueológico, por sua vez, dispõe tanto de pesquisas realizadas em sítios já analisados, como de observações feitas em sítios ainda em fase de análise. Conta também com materiais adquiridos de outros acervos, objetos cerâmicos, material lítico, ossos humanos e sedimentos.

Como chegar

31Até o Campus Universitário: passam em frente à UFAM as linhas de ônibus de número 540, 541, 213, 215, 515, 542; e entram no campus as de número 125, 616, 001, 002, 325, 354 e ônibus Integração. Partindo do centro, as mais recomendadas são as 125 e 616.

32Até o Museu Amazônico: partindo da hospedagem sugerida, não há ônibus que contemple o trajeto. A rua do albergue é paralela à do museu. Um ponto fica a cinco quadras de distância do outro, sendo, portanto, bastante próximo.

Dicas de hospedagem

33Hostel Manaus hostelmanaus@hotmail.com.

Estado do Pará

Arquivo público do estado do Pará (APEP) – Belém

Endereço eletrônico

34http://www.apep.pa.gov.br/​index.html

Localização e contato

35Travessa Campos Salles, 273 – Campina. Belém – PA. CEP: 66019-050

36Telefone: + 55 91 3219-1111

Horários de atendimento

37De segunda a sexta-feira, das 8:30 às 14:30 horas.

Acesso e consulta

38Mediante preenchimento de formulário com nome, número do documento de identificação e fontes pesquisadas.

Descrição do acervo

39O Arquivo Público do Estado do Pará abriga mais de 4 milhões de documentos manuscritos referentes ao antigo Estado do Maranhão e ao Pará dos séculos XIX e XX. A documentação é dividida entre documentos do Legislativo, do Executivo e do Judiciário. Abriga diversos fundos documentais, tais como Chefatura de Polícia, Secretaria da Fazenda, Gabinete do Governador e Correspondência com o Governo.

40Há também edições impressas, principalmente de fontes coloniais, disponíveis para venda e consulta no arquivo: Anais do Arquivo Público do Estado do Pará (VII volumes); A presença africana na Amazônia Colonial; Livro das Canoas.

Como chegar

41Todos os ônibus que passam pela feira Ver-o-Peso (um dos mais importantes pontos de Belém) dão acesso às ruas que levam ao APEP. Deve-se descer no Ver-o-Peso e seguir pela Travessa Campos Salles, até a Rua 13 de maio, número 273.

Dicas de hospedagem

42Hotel Ver-o-Peso.

43Avenida Boulevard Castilho França (entre as Travessas Campos Salles e Padre Eutíquio), 208 – Campina. Telefone/Fax: (91) 3241-2022.

Dicas de alimentação

44Por tratar-se de uma área comercial, há inúmeras barracas de comidas típicas e restaurantes dos mais variados tipos e preços. Os mais caros situam-se na Estação das Docas, localizada ao lado do Ver-o-Peso.

Centro de memória da Amazônia (CMA) – Belém

Endereço eletrônico

45http://www.ufpa.br/​cma/​

Localização e contato

46Travessa Rui Barbosa, s/n, esquina com a Rua Ó de Almeida. Belém – PA. CEP: 66053-260

47Telefone: + 55 91 3252-2843

Horários de atendimento

48De segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Acesso e consulta

49É necessário o preenchimento de formulário com nome, número do documento de identificação e instituição a que o pesquisador é vinculado.

Descrição do acervo

50Abriga documentos judiciários, arquivos imagéticos e cópias digitalizadas das denúncias e processos feitos ao Tribunal de Santo Ofício correspondente ao Estado do Grão-Pará e Maranhão. O arquivo é centrado, entretanto, na organização da documentação judiciária do estado do Pará entre os anos 1770 a 1970, nas áreas cível e criminal. Lá pode ser encontrada uma quantidade vultosa de inventários post-mortem, testamentos, casamentos, tutelas, capoeiragem, roubo, ferimentos graves, ferimentos leves, homicídios, sedução, entre outros.

Como chegar

51Recomenda-se pegar um dos ônibus que passam pela Avenida Doca de Souza Franco e descer à proximidade do shopping Doca Boulevard, entrar na Travessa Ó de Almeida e andar duas quadras até a Travessa Rui Barbosa.

Dica de alimentação

52Válida para o CMA, o CENTUR e o Museu da UFPA.

53Praça de alimentação do shopping Doca Boulevard, onde há grande número de restaurantes e lanchonetes.

Dicas de hospedagem

54Válidas para o CMA, o CENTUR e o Museu da UFPA.

55Sugerimos os hotéis situados ao longo da Avenida Governador José Malcher, logradouro próximo ao centro, tais como o Formule 1 (tel. (91) 3202-7600), Hotel Sagres (tel. (91) 4005-0005), Hotel Regente (tel. (91) 3181-5000) e o Amazônia Hostel (tel. (91) 4141-8833).

Fundação cultural do pará Tancredo Neves (CENTUR) – Belém

Endereço eletrônico

56http://www.fcptn.pa.gov.br/​

Localização e contato

57Avenida Gentil Bittencourt, 650 – Nazaré. Belém – PA. CEP: 66035-340

58Telefone: + 55 91 3202-4333

Horários de atendimento

59De segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas.

Acesso e consulta

60Mediante apresentação de documento de identificação.

Descrição do acervo

61O CENTUR é um centro cultural que abriga diversos acervos bibliográficos e documentais. Possui Seção de Periódicos, Seção de Obras do Pará e Seção de Obras Raras.

62A Seção de Periódicos abriga jornais e revistas que circularam no Estado do Pará desde a primeira metade do século XIX. Na Seção de Obras do Pará, encontra-se variada produção literária, histórica e geográfica sobre a região produzida por autores paraenses. Por fim, na Seção de Obras Raras, encontra-se disponível para pesquisa variado acervo de obras de cronistas viajantes, atlas e textos literários que abordam, fundamentalmente, temáticas relacionadas à região amazônica.

Como chegar

63Em geral o percurso, a partir das hospedagens recomendadas, é curto o suficiente para ser feito a pé. Entretanto, caso precise de ônibus, uma boa opção é tomar algum dos que passam pela Avenida Governador José Malcher, descer perto da esquina com a Travessa Rui Barbosa e seguir pela mesma até a Avenida Gentil Bittencourt.

Museu da universidade federal do Pará (UFPA) – Belém

Endereço eletrônico

64http://www.ufpa.br/​museufpa/​?pagina=home

Localização e contato

65Avenida Governador José Malcher, 1192 – Nazaré. Belém – PA. CEP: 66055-260

66Telefone: + 55 91 3224-0874

Horários de atendimento

67De segunda a sexta-feira, das 9:00 às 17 horas.

Acesso e consulta

68Mediante preenchimento de formulário com nome, número do documento de identificação e instituição a que o pesquisador é vinculado.

Descrição do acervo

69Constituído de material diverso, fruto de pesquisa de arquivo e de campo realizada pelo historiador e folclorista paraense Vicente Salles. Suas pesquisas remontam à década de 1940/50, quando começou a se interessar pela música paraense após receber material doado por músicos locais. Vários tipos documentais são encontrados: recortes de jornais, correspondência e documentos familiares, LPs, CDs, Fitas VHF, Fitas Magnetofônicas, Partituras, Documentos Manuscritos, Imagens, Fotos, Negativos, Discos em 78 RPM etc. Completa o acervo vasta bibliografia nacional e internacional que aborda temas como música folclórica, popular e erudita da região amazônica; folclore amazônico; literatura amazônica; literatura de cordel, editoras, jornais etc.

Como chegar

70Recomenda-se pegar ônibus que passe na Avenida Governador José Malcher e descer na parada próxima ao Museu ou pegar ônibus que passe na Avenida Nazaré e descer à proximidade da Avenida Generalíssimo Deodoro, onde encontra-se a entrada do Museu.

Museu paraense Emilio Goeldi – Belém

Endereço eletrônico

71.

Localização e contato

72Avenida Perimetral, 1901 – Terra Firme. Belém – PA. CEP: 66077-530

73Telefone: + 55 91 3217-6052

Horários de atendimento

74De segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas.

Acesso e consulta

75Mediante apresentação de documento oficial com foto.

Descrição do acervo

76A biblioteca de Ciências Humanas possui um considerável acervo bibliográfico relacionado, principalmente, à História, Etnologia, Antropologia e Arqueologia. Foi constituída a partir da larga tradição do Museu em desenvolver estudos sobre os povos indígenas da Amazônia.

Como chegar

77Recomenda-se pegar ônibus que passe na Avenida Perimetral – há farto oferecimento – e descer em frente ao Museu.

Dicas de alimentação e hospedagem

78Como o Museu se localiza em uma comunidade periférica de Belém, as opções de alimentação e hospedagem no entorno são reduzidas. O hotel mais próximo é o Beira Rio, vizinho da Universidade Federal do Pará.

79Hotel Beira Rio (www.beirariohotel.com.br). Avenida Bernardo Sayão, 4804. Telefone: (91) 4008-9000; Fax: (91) 3249-7808.

Estado de Minas Gerais

Arquivo eclesiástico da arquidiocese de Mariana

Endereço eletrônico

80www.arqmariana.com.br

Localização e contato

81Rua Direita, 102 – Centro. Mariana – MG. CEP: 35420-000

82Telefone: + 55 31 3557-1237

83Fax: + 55 31 3557-2364

84Diretor: Mons. Flávio Carneiro Rodrigues

85Diretor-adjunto: Padre Luiz Antônio Reis Costa

Horários de atendimento

86De segunda a sexta-feira, das 13:30 às 17 horas.

Acesso e consulta

87Não há restrição de acesso, mas é necessária a autorização do Monsenhor Flávio Carneiro Rodrigues, já que se trata de um acervo de propriedade privada eclesiástica.

Descrição do acervo

88O Arquivo Eclesiástico da Arquidiocese de Mariana abriga documentação não só da Arquidiocese de Mariana, como de outras. Os documentos, que datam desde o ano de 1712, são atestados de óbito, casamento, batizados, estatutos, livros de irmandades, tombos, processos eclesiásticos, cartas e provisões, testamentos, devassas, inventários, visitas pastorais, entre outros. Como se observa pela datação dos documentos, o acervo, juntamente com a criação da Diocese de Mariana em 1745, tem grande relevância dentro do contexto de “interiorização” do estado metropolitano no século XVIII.

89Estima-se que da documentação restaurada haja mais de mil livros catalogados, ainda que não se tenha quantificação específica fornecida pela entidade.

Como chegar

90A locomoção no centro histórico de Mariana pode ser feita a pé. Para os visitantes que estiverem hospedados em Ouro Preto e chegarem de ônibus, basta descer em frente ao terminal turístico Praça Tancredo Neves e caminhar até a Rua Direita.

91A depender do local onde o visitante se hospedar, recomendamos a utilização do transporte público urbano (ônibus) ou táxi.

92Para imprimir o mapa do centro histórico fornecido pela Prefeitura da cidade, basta seguir o link: www.mariana.org.br/imagem/MapaMarianaImpress.jpg

93Dicas de Hospedagem

94Existem, nas proximidades, diversas opções de hospedagem, desde hostels até hotéis requintados. É possível encontrar a lista dos hotéis e pousadas no portal de turismo da Prefeitura de Mariana: www.pmmariana.com.br/turismo/index/secao.php?id=6 ou no endereço www.mariana.org.br/port/ficar.asp. Sugerimos uma das opções mais econômicas

95Hostel Mariana (www.hostelmariana.com.br). Rua Mestre Vicente, 41 – Centro Histórico. Integra a rede Hostelling International.

Dicas de alimentação

96Há diversas opções de restaurantes, comidas feitas no fogão a lenha (típicas), árabes, fast foods, pizzarias, etc.

97Recomenda-se conferir os restaurantes localizados na Praça da Sé. Opções sugeridas por universitários da cidade são:

98Bistrô Restaurante
Rua Salomão Ibrahim da Silva, 61, loja A – Centro. Tel.: (31) 3557-4138.

99Lua Cheia Bar e Restaurante
Rua Dom Viçoso, 58 – Centro. Tel.: (31) 3557-3232.

Outras dicas

100Uma vez em Mariana, torna-se quase obrigatória a visita a Ouro Preto, situada a cerca de 13 km de distância. A cada 30 minutos, ônibus deixam o Terminal Rodoviário de Mariana com destino à Praça Tiradentes, em Ouro Preto. O trajeto é realizado em 25 minutos.

Estado do Rio de Janeiro

Arquivo nacional do Rio de Janeiro

Endereço eletrônico

101http://www.arquivonacional.gov.br/​

Localização e contato

102Praça da República, 173 – Centro. Rio de Janeiro – RJ.

103Telefone: + 55 21 2179-1228 / + 55 21 2179-1273.

Horários de atendimento

104De segunda a sexta-feira, das 8:30 às 17:45 horas. O horário limite para ingresso é 16:30. A inscrição de usuários é realizada das 8:30 às 16:30, sendo necessária a apresentação de documento de identidade. Mais informações sobre consultas a documentos encontram-se no site do AN.

Acesso e consulta

105Recomendamos atenção às orientações no site sobre pedido de documentos: “O pesquisador terá acesso aos documentos escritos, iconográficos, cartográficos e bibliográficos mediante agendamento prévio, que deverá ser feito exclusivamente na própria Instituição. A consulta aos documentos sonoros, de imagens em movimento e microfilmados poderá ser realizada no mesmo dia.” A partir do site do Arquivo Nacional é possível, ainda, fazer buscas nos catálogos e bancos de dados de seu acervo. A busca é segmentada por fundo ou coleção.

Descrição do acervo

106O acervo de documentos textuais contém itens provenientes dos poderes executivo, judiciário e legislativo federais, assim como de coleções privadas. Merecem destaque a correspondência e a legislação produzidas no império ultramarino português, os arquivos trazidos por Dom João VI em 1808, os originais da Constituição de 1824 e da Lei Áurea, assim como documentos que descrevem os primórdios da República no Brasil (documentos sobre a entrada de imigrantes, patentes de inventos, livros de registro civil, processos de pretorias criminais, projetos de urbanização e saneamento).

107Entre os arquivos e coleções privadas, merecem destaque os do marquês do Lavradio, de Floriano Peixoto, de Alfonso Pena, de Góes Monteiro, de San Tiago Dantas, de João Goulart, do IPÊS e da Bolsa de Valores do Rio de Janeiro.

108O arquivo possui um acervo cartográfico, contemplando a geografia mundial dos séculos XVIII e XIX o território brasileiro dos séculos XIX e XX.

109O acervo iconográfico abarca cerca de dois milhões de itens, incluindo fotografias, diapositivos, negativos fotográficos, ilustrações, gravuras, caricaturas e charges, cartazes e desenhos de formatos variados.

110O arquivo possui ainda um acervo de imagens em movimento, com cerca de 33 mil títulos, que incluem obras de ficção, documentários, cinejornais, filmes publicitários, familiares e recortes de filmes censurados à época de seu lançamento.

111Já o arquivo sonoro contém mais de 11 mil itens, entre discos e fitas audiomagnéticas, abarcando um período que vai de 1902 a 1990. Há discursos de presidentes, reportagens jornalistas, campanhas eleitorais e publicitárias, além de amplo acervo musical.

Como chegar

112Recomendamos a utilização da Linha 1 do Metrô, estação Central, direção Praça da República. No site do Arquivo Nacional, o link “A instituição” – “localização” – “Rio de Janeiro”, dá acesso a outras informações sobre a localização do arquivo, telefones de contato, linhas de ônibus que passam por lá, etc. As linhas 220, 415 e diversas outras passam pela Av. Presidente Vargas, na altura da Praça da República e do Campo de Santana, pontos de referência para se chegar ao Arquivo Nacional. Outras linhas e percursos podem ser encontrados no site da companhia responsável pelos ônibus da cidade (www.rioonibus.com/guia_de_itinerarios/) ou no do Metrô do Rio: http://www.metrorio.com.br/​.

113Recomenda-se atenção aos pesquisadores em sua ida ao Arquivo Nacional. Em primeiro lugar, deve-se atentar para a saída correta do metrô (Praça da república), e evitar a saída Central do Brasil. Também é aconselhável cautela para com seus pertences.

Dicas de alimentação

114Restaurante Republique

115Praça da República 63, sobrado (2º andar) – Centro. De segunda a quinta-feira, do meio-dia às 16:30; sextas-feiras e sábados das 12:30 às 16:30 e das 19 horas à meia-noite.

116Restaurante Bar do Elias (.)

117Rua Buenos Aires, 336 – Centro. Telefone: (21) 3852-1283.

118Observação: Não é dos mais baratos, mas vale a pena. Pode-se aproveitar a visita à Rua Buenos Aires para fazer compras. Mas atenção: o chamado Saara é um labirinto!

119Restaurante Damasco Express
Avenida Graça Aranha, 326 – Centro. Tel.: (21) 2240-5635.

Dicas de hospedagem

120Válidas para todas as bibliotecas e arquivos na cidade do Rio de Janeiro.

121Hotel Ibis Rio de Janeiro Centro.

122Rua Silva Jardim, 32 – Centro (ao lado da Praça Tiradentes). Tel.: (21) 3511-8200; Fax: (21) 21 3511-8220

123Trata-se uma sugestão bastante interessante em função da proximidade tanto com o Arquivo quanto com a Biblioteca Nacionais, mas um pouco distante da Zona Sul da cidade, onde estão os principais pontos turísticos.

124Hotel Novo Mundo (http://www.hotelnovomundo-rio.com.br/​).

125Praia do Flamengo, 20 – Flamengo. Tel.: (21) 2105-7000; Fax: (21) 2265-2369; DDG.: 0800 25-3355.

126Mais próximo à Zona Sul, situa-se, além disso, nas redondezas da estação de Metrô do Catete e do aeroporto Santos Dummont.

Biblioteca nacional do rio de janeiro

Endereço eletrônico

127http://www.bn.br/​portal/​Localização e contato

128Avenida Rio Branco, 219 – Cinelândia/Centro. Rio de Janeiro – RJ.

129CEP: 20040-008.

130Telefone: + 55 21 3095-3879

131Fax: + 55 21 3095-3811.

Horários de atendimento

132Recomenda-se atenção aos horários de atendimento, uma vez que o acervo geral permanece aberto das 9 às 20 horas (Acervo Geral e Publicações Seriadas), ao passo que os acervos especiais (como a seção de obras raras, por exemplo) ficam abertos apenas das 10 às 16 horas, de segunda a sexta-feira. Aos sábados, somente a seção Acervo Geral e Publicações Seriadas fica aberta, no horário das 9 às 15 horas. Neste dia, a entrada dos usuários pode ser feita, no máximo, até as 14 horas.

Acesso e consulta

133Acervo Geral e Publicações Seriadas

134De segunda a sexta-feira, até 19:30 horas; aos sábados, até 14:30.

135Acervos Especiais

136De segunda a sexta-feira, até 15:30 horas.

137Devolução de obras

138Acervo Geral e Publicações Seriadas

139De segunda a sexta-feira, até 19:50 horas; aos sábados, até 14:50.

140Acervos Especiais

141De segunda a sexta-feira, até 16 horas.

Descrição do acervo

142Na página da instituição, está a indicação para o catálogo online, dependendo do acervo desejado. No endereço bndigital estão disponíveis algumas obras já digitalizadas pela Biblioteca.

Como chegar

143O acesso, partindo de praticamente qualquer parte da cidade, é bastante simples. Recomenda-se utilizar o Metrô. A estação Cinelândia tem uma saída que dá para a biblioteca, sinalizada dentro da própria estação. As linhas de ônibus 170, 172, 179 e 2011 também passam pela BN. Outras linhas e percursos podem ser encontrados no site da companhia responsável pelos ônibus da cidade (www.rioonibus.com/guia_de_itinerarios/) ou no do Metrô do Rio: www.

Dicas de alimentação

144Como a Biblioteca está situada no centro da cidade, são inúmeras as dicas de alimentação. Recomendamos três delas:

145O tradicional “Amarelinho da Cinelândiahttp://www.amarelinhodacinelandia.com.br/​

146Praça Floriano Peixoto, 55-B, em frente à BN. Telefone: (21) 2240-8434.

147Observação: os pratos são grandes e podem tranquilamente ser divididos entre duas pessoas, quiçá três. Serve comida pesada e tipicamente carioca, do tipo carne, arroz, feijão, farofa, batata frita e molho à campanha.

148Ainda no entorno da praça da Cinelândia, no prédio do cinema Odeon, encontra-se o Atelier Culinário

149Praça Mahatma Gandhi, 02 – Centro. Telelefone: (21) 2240-2573.

150Finalmente, indicamos o Restaurante Zazariiba (www.zazariiba.com.br)

151Rua Araújo Porto Alegre, 70-B, próximo aos fundos da Biblioteca. Tel./Fax: (21) 2544-1357.

152Para demais informações, reforçamos a indicação da página da Biblioteca Nacional na internet: http://www.bn.br/​portal/​

Real gabinete português de leitura – Rio de Janeiro

Endereço eletrônico

153http://www.realgabinete.com.br/​

Localização e Contato

154Rua Luís de Camões, 30 – Centro. Rio de Janeiro – RJ. CEP: 20051-020

155[Próximo ao largo de São Francisco, onde está situado o Instituto de Filosofia e Ciências Sociais – IFCS – da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ].

156Telefone: + 55 21 2221-3138

157Telefone/Fax: + 55 21 2221-2960

158E-mail: gabinete

Horários de atendimento

159De segunda a sexta-feira,das 9:00 às 18 horas.

Descrição do acervo

160Num acervo composto principalmente por obras publicadas em Portugal e/ou em língua portuguesa, pode-se encontrar, por exemplo, atas e publicações de seminários e eventos que ocorreram em Portugal. Publicações de fundações portuguesas, como a Fundação Oriente, também podem ser encontradas aqui. O acesso ao catálogo (arquivo) é possível por meio do link: rgplgead. Já acesso ao catálogo da biblioteca pode ser feito por meio do link real gabinete pesquisa.

161Além de sua importância como centro de estudos, o Real Gabinete também é um ponto turístico do centro da cidade – assim, não deve o pesquisador se surpreender se for interrompido algumas vezes por grupos de turistas que chegam para fotografar. No entanto, a biblioteca é, no geral, bastante confortável, agradável e de fato muito bonita.

Como chegar

162O acesso ao Real Gabinete é menos óbvio do que aos demais locais de pesquisa no Rio de Janeiro já citados. Apesar disso, continuamos a sugerir o Metrô como meio de acesso. Duas estações são próximas ao Real Gabinete: Carioca e Uruguaiana. Em ambos os casos é necessário caminhar um pouco até o centro de leitura por ruas que podem parecer um pouco labirínticas para quem não está familiarizado com o centro da cidade. O site do Real Gabinete possui um bom mapa indicando o caminho: real gabinete.

Dicas de alimentação

163Bar Luiz (http://www.barluiz.com.br/​)

164Rua da Carioca, 39 – Centro. Telefone: (21) 2262-6900. Restaurante tradicional da cidade, ótima dica para o almoço. Não fica muito próximo, mas vale a pena conhecer.

165Confeitaria Manon (http://www.confeitariamanon.com.br/​)

166Rua do Ouvidor, 187/189 – Centro. Telefone: (21) 2221-0245. Trata-se de ótima sugestão para os apreciadores tanto de doces quanto de salgados.

167Caso o leitor não se importe em andar um pouco mais, pode ir até a Confeitaria Colombo (br), na Rua Gonçalves Dias, 32 – Centro. Tel.: (21) 2505-1500.

Estado de São Paulo

Arquivo público do estado de São Paulo

Endereço eletrônico

168www.arquivoestado.sp.gov.br

Localização e contato

169Avenida Cruzeiro do Sul, 1777 – Santana. São Paulo – SP. CEP: 02031-000

170Telefone: + 55 11 2089-8100

Horários de atendimento

171De terça-feira a sábado, das 9:00 às 17 horas (solicitação de material até as 16:00)

Acesso e consulta

172Na primeira consulta à documentação, é necessário efetuar um cadastro na portaria do arquivo, apresentando documento de identidade; nas demais, basta fornecer os dados ao atendente para simples conferência, sem necessidade de novo registro.

Descrição do acervo

173Detalhes sobre o acervo podem ser obtidos junto ao site, onde também já está disponível uma pequena parte da documentação.

174No arquivo, encontram-se muitos documentos manuscritos, muitos deles referentes ao período colonial e ao Império. Quanto ao período colonial, predominam os de origem judicial, em especial os autos cíveis, autos crime, inventários e testamentos, sendo que parte dos inventários e testamentos, assim como os autos crime, não pode ser manuseada diretamente, apenas através das microfilmagens, cuja qualidade normalmente não é muito boa, tornando a análise difícil ou mesmo inviável.

Como chegar

175De metrô: utilizar a linha 1-Azul, descer na estação Portuguesa/Tietê e seguir pela Av. Cruzeiro do Sul até o número 1777.

176Do Terminal Rodoviário do Tietê: acessar o 2º andar do Terminal Rodoviário, seguir a passarela sobre a Av. Cruzeiro do Sul até a escada rolante, descer a escada e seguir pela avenida até o número 1777.

177Do interior do estado, de ônibus, pelo Terminal Rodoviário da Barra Funda

178ao descer do ônibus, dirigir-se à estação de Metrô junto ao Terminal Rodoviário da Barra Funda (Linha 3-Vermelha); embarcar no metrô, no sentido Corinthians/Itaquera; desembarcar na estação Sé, e fazer transferência dentro da estação para a linha 1-Azul sentido Tucuruvi; descer na estação Portuguesa/Tietê e seguir o roteiro anterior.

179Atenção: A Estação Barra Funda é um complexo que abriga ônibus vindos do interior, ônibus municipais, linha de Metrô e diversas linhas de trem. As chances de se perder são, portanto, grandes. A estação Palmeiras/Barra Funda do Metrô é a última da linha 3-Vermelha. Assim, o único sentido possível de embarque é Corinthians/Itaquera. O Terminal Rodoviário do Tietê exige os mesmos cuidados.

Dicas de hospedagem e alimentação

180Para alimentação, há os restaurantes e lanchonetes da estação rodoviária; já a hospedagem pode ser feita em um hotel situado quase ao lado do Arquivo do Estado

181Hotel Best Western Metrô Tietê. Avenida Cruzeiro do Sul, 1709 – Santana. Telefone: (11) 4506-9500; Fax: 4506-9595.

Arquivo histórico municipal Washington Luís – São Paulo

Endereço eletrônico

182http://www.prefeitura.sp.gov.br/​cidade/​secretarias/​cultura/​arquivo_historico/​

Localização e contato

183Praça Coronel Fernando Prestes, 152 – Luz. São Paulo – SP. CEP: 01124-060

184Telefone: + 55 11 3396-6000

185E-mail: arquivohistorico

Horários de Atendimento

186De segunda-feira a sábado, das 9:00 às 17 horas

Acesso e consulta

187Para acesso ao acervo, é necessário apenas o preenchimento de uma ficha de pedido de manuscritos, com nome, número do RG, telefone, descrição e o código do material solicitado, podendo este ser encontrado nos catálogos disponíveis para consulta no próprio local.

Descrição do acervo

188É de utilidade quase exclusiva para os pesquisadores do passado brasileiro, e especialmente da cidade onde está localizado. De alcance cronológico extenso, compreendendo os períodos da história de São Paulo desde sua fundação em 1554 até por volta de meados do século XX, comporta um conjunto heterogêneo de fontes – dentre as quais se destacam um conjunto referente ao Serviço Funerário Municipal e outro nomeado “Obras Particulares” (1870-1920), do qual fazem parte fontes referentes à urbanização e à formação arquitetônica da cidade. Além destes, pode-se destacar a relevância de materiais de caráter administrativo, particularmente ligados à câmara municipal da cidade de São Paulo, e registros de impostos, arrecadações e tributações em geral. O acervo é constituído por documentos textuais (manuscritos e impressos), iconográficos (fotografias, mapas e plantas), e audiovisuais.

Como chegar

189O transporte ao Arquivo Histórico Municipal é facilitado pela presença da estação metroviária Tiradentes na própria praça onde se localiza o arquivo (Praça Coronel Fernando Prestes). Aquele que se utiliza deste meio de transporte deve procurar pela saída para a Avenida Tiradentes, sentido centro. Para quem se utiliza do transporte privado como meio de locomoção, a Avenida Tiradentes ainda se mostra o melhor e mais fácil meio de acesso. O Arquivo situa-se na altura do número 600, à direita da Faculdade de Tecnologia (FATEC) e à frente do Museu de Arte Sacra de São Paulo.

Outras dicas

190Ao contrário de outros arquivos públicos paulistas, como o Arquivo do Estado de São Paulo, o Arquivo Histórico Municipal inviabiliza a digitalização, por parte dos pesquisadores, de um ou mais de seus materiais. Em função do Decreto nº 52.040, promulgado em 28 de dezembro de 2010 pelo prefeito da cidade de São Paulo Gilberto Kassab, altos preços foram fixados para a reprodução e a digitalização, integral ou parcial, do acervo. Por exemplo, para cada unidade documental fotografada (o que significa cada página, segundo os próprios responsáveis pelo estabelecimento), deve-se pagar a quantia de R$ 25,00 caso a reprodução possua fins acadêmicos. Caso contrário, este valor pode subir para até R$ 200,00. Assim, o pesquisador que necessitar reproduzir o material pesquisado deve preparar-se para transcrevê-lo manualmente se não quiser despender altos valores em dinheiro.

Biblioteca Mário de Andrade (BMA) – São Paulo

Endereço eletrônico

191http://www.bma.sp.gov.br/​

Catálogo on-line

192http://bibliotecacircula.prefeitura.sp.gov.br/​pesquisa/​

Localização e contato

193Rua da Consolação, 94 – Centro. São Paulo – SP. CEP: 04046-001

194[o Acervo de Periódicos ocupará, em breve, o prédio Anexo da BMA, situado na Rua Bráulio Gomes, ao lado do prédio principal].

195Telefone: + 55 11 3256-5270

196(ramal 206, para o agendamento de visitas à Coleção de Obras Raras)

E-mail

197Biblioteca: bma@prefeitura.sp.gov.br;

198Circulante: circbma@prefeitura.sp.gov.br.

Horários de atendimento

199Coleção Circulante, Sala de Atualidades e Sala de Estudos

200De segunda a sexta-feira, das 8:30 às 20:30.

201Sábado, das 10:00 às 17 horas.

202Coleção Geral e Coleção de Artes

203De segunda a sexta-feira, das 8:30 às 17 horas.

204Coleção de Obras Raras, Mapoteca e Multimeios

205De segunda a sexta-feira, das 8:30 às 17 horas, mediante agendamento.

Acesso e Consulta

206Não é preciso inscrever-se para ter acesso à Biblioteca, que encontra-se aberta ao público em geral. Para a maioria dos setores, o acesso é livre. O acesso ao setor de Obras Raras e à Mapoteca, entretanto, requer uma permissão especial, mas não há maiores formalidades para obtê-la. O pesquisador pode, aliás, agendar a sua visita por telefone.

207É possível entrar na Biblioteca com cadernos, canetas e notebooks. Bolsas, pastas, mochilas e fichários devem ser deixados no guarda-volumes.

208A maior parte do acervo deve ser consultada apenas no local, mas a Biblioteca possui uma seção Circulante, no andar térreo do edifício principal, que permite o empréstimo de livros. O pesquisador poderá retirar até 4 (quatro) itens pelo prazo de 20 (vinte) dias. Para empréstimo do material, é preciso inscrever-se. O pesquisador que já estiver inscrito em qualquer biblioteca do Sistema Municipal de Bibliotecas poderá utilizar a sua carteirinha para retirar livros na Ala Circulante, desde que o prazo de validade da mesma não esteja vencido. Se o pesquisador não estiver inscrito, ou se a sua carteirinha estiver vencida, ele poderá inscrever-se mediante a apresentação de um documento de identidade com foto e um comprovante de endereço recente (três meses, no máximo) em seu nome ou nome dos pais ou cônjuge, na região metropolitana de São Paulo. A carteirinha poderá ser utilizada em qualquer Biblioteca municipal. É possível reservar, com um dia de antecedência, as obras a serem retiradas. O pedido pode ser feito pessoalmente ou por e-mail.

Descrição do acervo

209Fundada em 1925 e recentemente reestruturada, a Biblioteca Mário de Andrade talvez seja a mais importante biblioteca da cidade de São Paulo e uma das maiores do país. Seu acervo conta com cerca de 3,3 milhões de itens, divididos entre várias coleções.

210A Coleção Geral da biblioteca, composta por cerca de 200 mil volumes, está essencialmente voltada para a literatura e as humanidades.

211A Coleção Circulante, de livre acesso, possui mais de 42 mil volumes voltados, na sua maioria, para a literatura, as ciências humanas e as artes, embora outras áreas do conhecimento também estejam contempladas. Esses volumes podem ser consultados no local ou emprestados aos usuários inscritos.

212A sua Coleção de Obras Raras e Especiais possui mais de 52 mil volumes de livros, além de 8.700 volumes de periódicos e 3.500 outros documentos (gravuras, mapas, moedas, etc.). Constam da coleção algumas obras raríssimas sobre o Brasil, das quais poucos exemplares são conhecidos no mundo, assim como as edições originais dos principais viajantes estrangeiros, como Debret, Thévet e Rugendas.

213A BMA possui também uma importante Coleção de Arte, com mais de 28 mil volumes de livros, 15 mil volumes de periódicos, além de outros materiais.

214A Coleção São Paulo da Biblioteca consiste numa reunião de materiais bibliográficos e audiovisuais sobre a cidade de São Paulo, sua história, cultura, demografia e arquitetura. Pode ser consultada apenas no local.

215A BMA possui ainda um acervo de cerca de 3 milhões de fascículos de periódicos, alguns deles bastante raros, que estão sendo armazenados num prédio Anexo, de 16 andares, situado na rua Bráulio Gomes, ao lado do prédio principal. O processo de transferência deve, segundo previsões oficiais, ser concluído ainda em 2011.

216A consulta ao acervo pode ser feita por meio do Catálogo online, disponível no endereço bibliotecacircula (a página dá acesso ao acervo combinado de todas as bibliotecas municipais da cidade de São Paulo; na sua busca bibliográfica, deve o usuário selecionar a Biblioteca Mário de Andrade para acessar exclusivamente o seu acervo).

Como chegar

217A estação Anhangabaú do Metrô (linha 3-Vermelha) encontra-se à proximidade e constitui uma boa opção de transporte. Além disso, as seguintes linhas de ônibus param logo em frente à Biblioteca

2188622/10 – Pça. Ramos de Azevedo - Morro Doce

2198594/10 – Pça. Ramos de Azevedo - Cidade d’Abril

220Outras linhas que passam pelas imediações

2217281/10 – Pça. Ramos de Azevedo - Lapa

2228700/10 – Pça. Ramos de Azevedo - Terminal Campo Limpo

2238677/10 – Pça. Ramos de Azevedo - Jd. Líbano

2248000/10 – Pça. Ramos de Azevedo - Terminal Lapa

225Para itinerários de ônibus e outras linhas, recomendamos o acesso ao site .

Dicas de alimentação

226A Galeria Metrópole (situada na Av. São Luís, com uma entrada na Praça Dom José Gaspar, 134, logo atrás da Biblioteca) oferece boas opções de bares e restaurantes, dentre os quais destacamos: Dom José, Sucesso Mineiro, Restaurante Grill, Alecrim, Pateo São Paulo.

Dicas de Hospedagem

227O Centro de São Paulo oferece pouca segurança em horários muito avançados, de modo que recomendamos procurar hospedagem fora da região, mas em local próximo ao Metrô. A rede Accor oferece algumas boas opções na região da Avenida Paulista, principal avenida da cidade e ponto de convergência de atividades culturais.

228As sugestões de hotéis aqui feitas serão a Dica de Hospedagem para a quase totalidade de bibliotecas da cidade de São Paulo citadas. Quando houver sugestões específicas para uma determinada biblioteca, elas aparecerão nas Dicas de Hospedagem da instituição em questão.

229Hotel Formule 1 Paraíso.

230Rua Vergueiro, 1571 – Paraíso (ao lado da estação de Metrô de mesmo nome). Tel.: (11) 5085-5699, (11) 5085-5694.

231Hotel Formule 1 Paulista.

232Rua da Consolação, 2303 (a 100 metros da Av. Paulista e próximo ao metrô Paulista) – Consolação. Tel.: (11) 3123-7755, (11) 3123-7756.

233Hotel Ibis Paulista.

234Avenida Paulista, 2355 (ao lado da estação de Metrô Consolação) – Bela Vista. Tel.: (11) 3523-3000, (11) 3523-3030.

235Hotel Mercure Augusta.

236Rua Padre João Manuel, 202 (a 100 metros da Av. Paulista) – Cerqueira César. Tel.: (11) 3069-1600, (11) 3069-1590; e-mail: h0674-re@accor.com.br.

237Link: http://www.accorhotels.com/​

238Recomendamos também os seguintes albergues/hostels, todos bem situados

239Pousada dos Franceses: http://www.pousadadosfranceses.com.br/​

240Pousada e Albergue São Paulo: http://www.pousadaehostelsaopaulo.com.br/​

241Vila Madalena Hostel: http://www.vilamadalenahostel.com.br/​

242Sampa Hostel: http://www.hostelsampa.com.br/​

243Saci Hostel: http://www.sacihostel.com/​

244São Paulo Global Hostel: http://www.globelhostel.com.br/​

245Praça da Árvore Hostel: http://www.spalbergue.com.br/​

Centro cultural são paulo (ccsp) – biblioteca sérgio milliet

Endereço Eletrônico

246http://www.centrocultural.sp.gov.br/​index.asp

Localização e Contato

247Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso. São Paulo – SP. CEP: 01504-000

248Telefone: + 55 11 3397-4087

249E-mail: bibliotecaccsp@prefeitura.sp.gov.br

Horários de atendimento

250Biblioteca – de terça a sexta-feira, das 10 às 20 horas. Aos sábados e domingos, das 10:00 às 18:00 (exceto feriados). A entrada é permitida até 30 minutos antes do fechamento. Telefone: (11) 2065-8012; Fax: (11) 2065-8030.

251Acervo multimeios: de segunda a sexta-feira, das 10:00 às 17 horas.

Acesso e Consulta

252O acesso à biblioteca é absolutamente livre. Deve o usuário apenas deixar bolsas, mochilas, malas e pastas nos guarda-volumes. Para o empréstimo de obras da biblioteca, entretanto, é necessário cadastrar-se. O procedimento é simples, bastando a apresentação de documento original com foto e comprovante de residência. Podem ser retiradas até quatro obras por pessoa, com, no máximo, duas sobre o mesmo assunto.

253Para a reprodução de obras, há uma fotocopiadora dentro da própria biblioteca (www.vectornewcopiadora.com.br).

254O atendimento deve ser agendado com antecedência. Informações pelos telefones (11) 3397-4039 ou (11) 3397-4040.

Descrição do Acervo

255A Biblioteca Sergio Milliet é a segunda maior biblioteca pública de São Paulo – possui acervo multidisciplinar com mais de 110 mil títulos. Através de um catálogo eletrônico, o pesquisador encontra a obra desejada e pode consultá-la. Conta ainda com acervo microfilmado de 1.725 jornais, a saber

256A Província de São Paulo – de 1875 a 1889

257Correio Paulistano – de 1903 a 1963 (com lacunas)

258O Estado de São Paulo – ano de 1932 e de 1964 a 1983 (com lacunas)

259Folha da Manhã – de 1925 a 1939 (com lacunas)

260Folha de São Paulo – de 1963 a 2003 (com lacunas)

261Nela, há ainda um Banco de Peças Teatrais com 4.582 obras de dramaturgia brasileira e estrangeira. Além disso, a Biblioteca Sergio Milliet dispõe de mais duas seções: a seção Alfredo Volpi, com livros sobre Artes Plásticas, Arquitetura, Fotografia, Moda, Recreação e Artes Performáticas, além de periódicos e CDs-Rom; e a Louis Braille, que atende ao usuário deficiente visual e reúne 6.159 títulos entre livros em Braille e audiolivros.

262O CCSP possui um grande arquivo multimeios com cerca de 900 mil documentos referentes aos seguintes gêneros de manifestações da arte brasileira contemporânea: Arquitetura, Artes Cênicas (circo, dança, teatro), Artes Gráficas, Artes Plásticas, Cinema, Comunicação de Massa (publicidade, imprensa, rádio e TV), Fotografia, Literatura e Música.

Como chegar

263O modo mais fácil de chegar ao CCSP é pelo Metrô. Descer na estação Vergueiro da linha 1-Azul, situada ao lado da instituição.

Dica de alimentação

264O Centro Cultural possui ao lado do Jardim Central o restaurante Graffiti. Lugar agradável para uma refeição, lanche ou café. O almoço é servido de segunda a sábado. Horário de funcionamento: segunda-feira, das 9 às 19 horas; de terça a sexta, das 9 às 22 horas; sábado, das 10 às 22 horas; e domingo, das 10 às 21 horas. Informações: (11) 3277-6800.

Casa de Portugal – São Paulo

Endereço Eletrônico

265http://www.casadeportugalsp.com.br/​biblioteca.htm

Localização e Contato

266Avenida da Liberdade, 602 – Liberdade. São Paulo – SP. CEP: 01502-001

267Telefone/Fax: + 55 11 3209-5554 / + 55 11 3342-2104.

268E-mail: casadeportugalsp@casadeportugalsp.com.br

Horários de Atendimento

269De segunda a sexta-feira das 9:00 às 12 horas e das 13:00 às 17:30.

Acesso e Consulta

270Exige-se deixar documento com foto.

Descrição do Acervo

271Possui catalogação acessível no site (baixa-se um documento Excel). É composto por aproximadamente 12.000 volumes, dos quais 10.800 têm como assuntos principais, segundo a classificação da própria Casa de Portugal, História e Literatura Luso-Brasileira. Há também livros de filosofia, catálogos de arte, partituras de músicas da época Moderna, literatura de outros países de língua portuguesa, entre outros.

Como chegar

272Metrô: A entidade encontra-se ao lado da Estação Liberdade (linha 1-Azul).

Dicas de alimentação

273A casa de Portugal possui restaurante próprio, o Marquês Buffet (.). Além disso, o bairro da Liberdade é repleto de restaurantes de culinária oriental (japonesa, chinesa e coreana), situados principalmente nas ruas Da Glória e Galvão Bueno.

Biblioteca Nadir Gouvê Kfouri – pontifícia universidade católica (PUC/SP) – São Paulo

Endereço eletrônico

274biblio. (clicar em “Monte Alegre” para informações e catálogo)

Localização e Contato

275Rua Monte Alegre, 984 – Perdizes. São Paulo – SP. Edifício Reitor Bandeira de Mello, térreo.

276Telefone: + 55 11 3670-8265 / + 55 11 3670-8021.

277Email: biblinak@pucsp.br

Horários de Atendimento

278De segunda a sexta-feira, das 7:30 às 22 horas.

279Sábado: das 8:00 às 17:00 (consultar horários especiais nas férias).

Acesso e Consulta

280Não é exigido nenhum documento dos consulentes para acesso local do acervo catalogado.

Descrição do Acervo

281A biblioteca é especializada em Ciências Humanas. Seu catálogo é formado por obras das áreas de Direito, Economia, Educação, Filosofia, Psicologia, História, Geografia, Literatura, Linguística, Artes e Ciências Sociais. Possui também uma videoteca e espaço cultural.

Como chegar

282A partir do Metrô Clínicas (linha 2-Verde), caminhar até a Avenida Doutor Arnaldo, 500 (local da “Parada de ônibus Teodoro Sampaio”), em frente ao Cemitério do Araçá. Em seguida, tomar a linha 177P-10 – Metrô Santana/Butantã-USP, desembarcar na Rua Cardoso de Almeida, 1221 (esquina com a Rua Caiubi) e caminhar alguns metros até a PUC/SP.

Dicas de Hospedagem

283Holliday In Express Sumaré.

284Rua Doutor Homem de Melo, 1206 – Perdizes. Reservas: (11) 3674-7777 ou reservasbrasil@ihg.com.

285Transamérica Flat Perdizes.

286Rua Monte Alegre, 835 – Perdizes. Reservas: (11) 3866-1250 ou rsperdizes@transamerica.com.br.

Dica de alimentação

287Há uma praça de alimentação no campus Monte Alegre – onde a biblioteca está localizada –, com diversas opções de refeições.

Universidade de São Paulo – Bibliotecas e arquivos pertencentes

Biblioteca Guita e José Mindlin – São Paulo

288A Biblioteca está passando por uma fase de transição. Era particular, mas seu acervo doado à Universidade de São Paulo em 2006, que atualmente constrói um prédio no Campus Cidade Universitária para abrigá-lo. A mudança e a inauguração do novo edifício estão previstas para Março de 2012.

Endereço eletrônico

289www.brasiliana.usp.br

Localização e contato

290Residência da família Mindlin. Brooklin – Zona Sul. São Paulo – SP.

291E-mail: bibliotecajm@terra.com.br.

292Futuro endereço (a partir de 2012)

293Praça da Reitoria, s/n – Cidade Universitária. São Paulo, SP. CEP: 05508-030

294Telefone: + 55 11 3091-1150

Horários de atendimento

295É necessário agendar dia e horário previamente, por e-mail. A bibliotecária responsável é Cristina Antunes.

Descrição do acervo

296O Dr. José Mindlin colecionou livros desde a juventude, e adquiriu vários exemplares raros através de leilões. Esses livros raros compreendem um recorte temporal extenso, do século XVI ao XX, todos escritos na ou a respeito da região que hoje compreendemos como Brasil, passando pelos mais diversos assuntos: história, literatura, política, artes etc. Há grande número de manuscritos de viajantes e naturalistas europeus, dentre os quais um pequeno número ainda não foi estudado por pesquisadores atuais; jornais do período colonial, imperial e republicano; revistas; mapas; algumas das primeiras edições de clássicos como “Vidas Secas” (Graciliano Ramos) ainda anotados pelo autor; obras de arte do período modernista; dicionários históricos; livros com registros de correspondência; entre outros. O acervo encontra-se bem organizado, catalogado e preservado, o que se deve à influência da esposa do bibliófilo, que era restauradora. Os pedidos feitos à bibliotecária responsável são separados e ficam à disposição dos pesquisadores para consulta no local. O material está sendo digitalizado pela USP, então parte dele pode ser consultado online.

Dicas de alimentação

297Por tratar-se uma área comercial, há inúmeras opções de restaurantes nas proximidades.

Museu paulista – São Paulo

Endereço eletrônico

298http://www.mp.usp.br/​

Localização e contato

299Parque da Independência, s/n – Ipiranga. São Paulo – SP. Caixa Postal 42.403

Horários de atendimento

300Biblioteca: de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.
Telefone: + 55 11 2065-8012.
Fax: + 55 11 2065-8030.
E-mail: biblmp@usp.br
Acervo: de segunda a sexta-feira das 9 ao meio-dia e das 13:30 às 16:30, somente com agendamento.
Telefone: + 55 11 2065-8007.

Acesso e consulta

301Consulte o site para conhecimento das normas de empréstimo e de reprodução do acervo.

Descrição do acervo

302O acervo do Museu Paulista possui mais de 125.000 peças, que datam desde o século XV até a primeira metade do XX. Aqui o pesquisador pode encontrar objetos, iconografias e documentação arquivística a respeito da sociedade brasileira, com maior ênfase na História de São Paulo.

303A Biblioteca do MP é vinculada ao Sistema de Bibliotecas da USP (SIBi/USP), ao SIBiNet e Dedalus (Banco de Dados Bibliográficos da USP). É especializada em História da Cultura Material com enfoque na História do Brasil e de São Paulo, e seu acervo possui mais de 26 mil livros, 2.300 títulos de periódicos e quase 3000 separatas.

Como chegar

304De ônibus

305174M/10 – Jardim Brasil - Museu do Ipiranga

306Vem da zona norte da cidade, passando pelas avenidas Edgard Ruzzant, Jardim Japão, Doutor Abílio Sampaio, Gustavo Adolfo, Guapira, Tucuruvi, Nova Cantareira, Leôncio de Magalhães, Cruzeiro do Sul; também no Largo da Concórdia, Viaduto e Rua do Gasômetro, Rua da Moóca, Avenida do Estado. Descer no ponto final.

3074113 – Praça da República - Gentil de Moura
Tomá-lo como Gentil de Moura.
Vem do centro da cidade, é trólebus e passa com bastante freqüência. Descer na Avenida Nazaré, logo que passar o Museu.
Seu ponto final é no Metrô Alto do Ipiranga.

3084706/10 – Metrô Vila Mariana - Jd. Maria Estela II
Tomá-lo como Jardim Maria Estela II.
Passa pela Rua Domingos de Morais, Vergueiro, Avenida Ricardo Jafet, Rua Arcipreste Ezequias, Rua Paulo Bregaro. Descer na Avenida Nazaré.

3094706/21 – Metrô Vila Mariana – Ipiranga
Tomá-lo como Ipiranga.
Parte do Terminal do Metrô Vila Mariana. Passa pela Avenida Lins de Vasconcelos, Rua Doutor Mário Vicente e Rua Paulo Bregaro. Descer na Avenida Nazaré.

310477A/10 – Ceasa – Sacomã
Tomá-lo como Sacomã.
Também passa na Avenida Brigadeiro Faria Lima, Brigadeiro Luiz Antônio, Avenida Paulista (apenas o começo). Descer na Praça do Monumento ou no cruzamento com a Rua Bom Pastor.

311478P/10 – Pompéia – Sacomã
Tomá-lo como Sacomã.
Passa na rua Desembargador do Vale, Avenida Dr. Arnaldo, Avenida Paulista. Descer na Avenida Nazaré, logo que passar o Museu.

312478P/31 – Pompéia – Sacomã
Tomá-lo como Sacomã.
Passa nas avenidas Heitor Penteado, Doutor Arnaldo e Paulista. Descer na Praça do Monumento ou no cruzamento com a Rua Bom Pastor.

3135028 – Conjunto Habitacional Heliópolis - Museu do Ipiranga
Passa nas avenidas Almirante Delamare, Carioca, Presidente Wilson, Estação Tamanduateí da CPTM e Metrô (ainda na Av. Presidente Wilson); na Rua das Juntas Provisórias. Descer na Avenida Nazaré ou na Rua dos Patriotas.

3145108/10 – Parque Dom Pedro II - Jardim Celeste
Tomá-lo como Jardim Celeste
Sai do Terminal Dom Pedro II (Centro), passa na Avenida Brasília, do Cursino e Rua Vergueiro. Descer na Rua Bom Pastor, no ponto mais próximo à Rua Xavier Curado.

315874T/10 – Lapa - Ipiranga
Tomá-lo como Ipiranga.
Passa na Avenida Sumaré, Rua Turiassu, Avenida Gen. Olímpio da Silveira, Avenida Angélica, Praça da Universidade Mackenzie, Rua da Consolação, Avenida Rebouças, Avenida Paulista, Rua Domingos de Morais, Avenida Lins de Vasconcelos. Descer na Praça do Monumento.

316De Metrô

317Estação Alto do Ipiranga: sair pelo acesso da Rua Gentil de Moura, atravessar a rua e pegar o trólebus da linha 4113 (Praça da República - Gentil de Moura).

318Na estação Vila Mariana, pegar qualquer um dos seguintes ônibus.

3194706/10 – Ipiranga - Vila Mariana

320477A/10 – Ceasa - Sacomã

321478P/10 – Pompéia - Sacomã

322478P/31 – Pompéia - Sacomã

3234706/21 – Vila Mariana - Jd. Maria Estela II

324Na estação Dom Pedro II, pegar a linha 5108/10 (Parque Dom Pedro II – Jardim Celeste).

325De Trem (CPTM)

326Descer na estação Ipiranga e sair pela Avenida do Estado. Atravessar a avenida e seguir pela rua José Chimenti até chegar à rua Xavier Curado. Seguir até o final da rua, chegando, assim, ao Museu Paulista.

Dicas de alimentação

327Cantina do Mário (www.mariodelivery.com.br)

328Praça Ministro Fagundes de Almeida, 34 – Ipiranga [em frente ao Hospital São Camilo, a 100 metros do MP]. Telefone (11) 2063-7094.

329Casa tradicional do bairro, oferece pratos à la carte e self service e não é muito careiro. O ambiente é agradável e é a opção mais próxima ao Museu.

330Lanchonete do Seu Oswaldo

331Rua Bom Pastor, 1659 – Ipiranga. Aberto de segunda a sábado do meio-dia às 22 horas. O local é simples, não há mesas (apenas um balcão); e, no cardápio, só há lanches. Entretanto, apesar da aparência pouco atraente do local, os sanduíches dos pupilos do (já hoje falecido) Seu Oswaldo são dos melhores do bairro, e estão sempre bem colocados em rankings a respeito dos melhores lanches da cidade. Vale muito a pena experimentar. Além de tudo, não é uma opção careira.

332Patriopan Pães e Doces

333Rua dos Patriotas, 681 – Ipiranga. Telefone: (11) 2063-7853. A Patriopan, como diversas outras padarias no bairro, é bem grande e oferece enorme variedade de comes e bebes – salgados, lanches, pizzas, comida, doces, etc. O preço é médio.

334A Galeta Dourada Churrascaria, Restaurante e Pizzaria (www.agaletadourada.com)

335Rua Padre Marchetti, 282 – Ipiranga [próximo à esquina com a Avenida Nazaré]. Telefone: (11) 2274-7858 / 2272-6804.

336Uma boa dica para quem está a fim de gastar um pouco mais. O ambiente é bastante agradável e os pratos, em geral, servem duas pessoas tranquilamente. Não há self-service, o serviço é somente à la carte. Uma boa opção para quem quer conhecer o local mas não gastar muito são as pizzas, também muito boas.

Faculdade de direito da universidade de São Paulo (FDUSP) – São Paulo

Endereço eletrônico

337http://www.direito.usp.br/​bibli (é preciso ressaltar que a página encontra-se desatualizada, não levando em conta a reestruturação ainda em curso na instituição). Para acessar o catálogo da Biblioteca, clicar na opção “Acesso à Informação”, e, em seguida, “Dedalus Local”. Já a opção IusData destina-se à pesquisa de artigos de periódicos voltados para os estudos jurídicos.

Localização e contato

338Prédio histórico

339Largo São Francisco, 95, 1º andar – Centro. São Paulo – SP. CEP: 01005-010.

340Prédio novo

341Rua Senador Feijó, 197 – Centro. São Paulo – SP. CEP: 01006-001.

Telefones

342Faculdade: + 55 11 3111-4000

343Biblioteca – Atendimento ao usuário: Tel.: + 55 11 3111-4053; Fax: + 55 11 3107-2902

344Diretoria do Serviço de biblioteca e documentação: + 55 11 3111-4063

345E-mail: bibfd@edu.usp.br

Horários de Atendimento

346Biblioteca Central: de segunda a sexta-feira, das 8:00 às 21 horas.

347Bibliotecas Departamentais e Circulante: de segunda a sexta-feira, das 8:15 às 21:45.

348Durante as férias, as bibliotecas funcionam até as 18 horas.

Acesso e Consulta

349A Biblioteca da Faculdade de Direito da USP divide-se em três grandes unidades

350Biblioteca Central (DBC): situada no 1º andar do prédio histórico, reúne o acervo mais precioso da entidade, isto é, suas obras mais raras e antigas.

351Biblioteca Circulante (BCI): situada no 2º andar do prédio novo, é de pouco ou nenhum interesse para pesquisadores, destinando-se apenas ao empréstimo de livros aos alunos da Faculdade.

352Bibliotecas Departamentais: são bibliotecas temáticas, dedicadas aos diferentes ramos do direito. Em razão das alterações feitas no sistema, as bibliotecas, antes reunidas num espaço comum, foram distribuídas da seguinte forma:

353Direito Internacional, Comercial, Civil e do Trabalho (DIN/DCO/DCV/DTB): foram, temporariamente, reunidas numa sala situada no andar térreo do prédio antigo.

354Direito Processual, Penal e Medicina Forense (DPC/DPM): estão no 3º andar do prédio novo.

355Direito do Estado, Filosofia do Direito e Direito Econômico-Financeiro e Tributário (DES/DFD/DEF): 4º andar do prédio novo.

356Grande parte dos periódicos (DIN/DCO/DCV/DTB/DPC/DPM) foi reunida numa nova Sala dos Periódicos, no segundo andar do prédio antigo.

357A Biblioteca Central situada no prédio encontra-se aberta ao público em geral. Desde as últimas mudanças realizadas no estabelecimento, entretanto, o acesso às bibliotecas departamentais encontra-se restrito aos estudantes da Faculdade. Os pesquisadores visitantes devem pedir uma autorização junto ao Serviço de Atendimento ao Usuário, situado no primeiro andar do prédio antigo, em frente à Biblioteca Central. Para obter a autorização, basta apresentar um documento oficial de identidade.

358Nas Bibliotecas Departamentais, os livros são de livre acesso. Já a Biblioteca Central tem o grosso de seu acervo armazenado num depósito de quatro andares, de acesso privativo dos funcionários, devendo o usuário requisitar o material por meio de uma ficha. O acesso a obras muito raras e jornais antigos é restrito a pesquisadores, que devem pedir autorização prévia por e-mail, fax ou correspondência. Para a pesquisa bibliográfica, todas as bibliotecas contam com computadores com acesso aos bancos de dados e catálogos eletrônicos.

359O empréstimo de obras é feito apenas aos professores e alunos da Faculdade. Contudo, o pesquisador visitante tem a possibilidade de tirar xerocópias das obras do acervo. Para isso, deverá preencher uma pequena ficha/termo de responsabilidade com as referências da obra a ser copiada. Um documento pessoal do usuário ficará retido até a devolução. As cópias poderão ser feitas em qualquer fotocopiadora da região. O prazo para devolução do material retirado para cópia é de 30-40 minutos, mas pode ser eventualmente negociado com o funcionário responsável. A reprodução de obras raras ou antigas (anteriores a 1930) dependerá de avaliação de um funcionário responsável. Se recusada, poderá o usuário optar pela utilização de uma máquina fotográfica, mediante autorização.

Descrição do acervo

360A Biblioteca da Faculdade de Direito da USP conta com um acervo de 359.136 itens bibliográficos, dentre os quais mais de 160.000 livros, 6.000 teses e dissertações e 135.000 fascículos de periódicos (para 2.490 títulos diferentes). O acervo tem forte apelo junto a estudiosos do direito, mas também junto a historiadores e brasilianistas. Em razão da antiguidade do estabelecimento, seu acervo conta com uma quantidade expressiva de obras raras e antigas. São mais de 6.000 volumes, publicados entre os séculos XVI e XVIII. Pode-se encontrar, por exemplo, uma grande quantidade de títulos raros sobre a época colonial, como Cultura e opulência do Brasil (1711), de André João Antonil.

361A Biblioteca possui também coleções de jornais antigos, como A Província, o Jornal do Comércio, o Correio Paulistano, o Farol Paulistano, o Observador Constitucional, entre outros, assim como uma coleção importante de jornais acadêmicos do século XIX, como a Revista da Sociedade Philomatica e A Imprensa Acadêmica.

Como chegar

362A Faculdade de Direito encontra-se à proximidade das estações de metrô Sé (Linhas 1-Azul e 3-Vermelha) e Anhangabaú (Linha 3-Vermelha). Além disso, a região é servida por um número grande de linhas de ônibus, dentre as quais destacamos as seguintes:

3635119/10 – Lgo. São Francisco - Terminal Capelinha;

3645164/10 – Lgo. São Francisco - Jardim Miriam

3655391/10 – Lgo. São Francisco - Terminal Jd. Ângela

366Para outras linhas e itinerários, recomendamos o acesso ao site www.

Dicas de alimentação

367Kilu’s Grill: Rua José Bonifácio, 176, subsolo (self-service).

368Itamarati: Rua José Bonifácio, 270.

369La Bocca: Rua São Bento, 21-S (self-service).

370Primeiro Mundo: Rua Quintino Bocaiuva, 114 (self-service).

371Shopping Light: Rua Coronel Xavier de Toledo, 23 (centro comercial que dispõe de uma praça de alimentação com diversas opções de restaurantes e redes fast-food).

372Uma alternativa mais econômica pode ser encontrada dentro da própria Faculdade. Ela conta com um restaurante próprio, no prédio anexo (segundo andar intermediário – 2º I). O acesso aos visitantes é possível por meio de uma autorização, que deve ser pedida à Divisão de alimentação do COSEAS-USP (Rua do Anfiteatro, 295, Cidade Universitária, São Paulo-SP. CEP: 05508-060. E-mail: dvalim@usp.br).

Outras dicas

373Em razão da estrutura fracionada da Biblioteca, recomenda-se localizar previamente os títulos desejados por meio do catálogo eletrônico. Um problema encontrado nas salas de leitura da Biblioteca é a pequena quantidade de tomadas disponíveis aos usuários, o que dificulta a utilização de computadores portáteis. Assim, recomenda-se deixar a bateria dos computadores sempre carregada.

374Para outras informações, o pesquisador visitante poderá entrar em contato com a Comissão de Cooperação Internacional e Nacional da Faculdade de Direito (CCInN-FD), instituída para ampliar o intercâmbio de estudantes, professores e pesquisadores. Tel.: (11) 3111-4099; e-mail: ccinnfd.

Campus cidade universitária (CUASO/USP)

375Informações válidas para todas as bibliotecas situadas na Cidade Universitária.

Como chegar

376Para o usuário de transporte público que deseja ir à USP, há dez linhas municipais de ônibus que trafegam pela Cidade Universitária, partindo das regiões de Jaçanã, Tucuruvi, Santana, Parque Dom Pedro II, Princesa Isabel, Sé, Aclimação, Lapa e Vila Madalena. Também há uma linha que parte da recém inaugurada estação Butantã do Metrô, cujo trajeto percorre boa parte do campus universitário. Dentro da USP, há ainda duas linhas de ônibus circulares, gratuitos, que passam por todo o campus. Para aqueles que desejam chegar ao local por meio de automóveis particulares, o campus possui três portarias principais que dão acesso, respectivamente, ao cruzamento da Av. Afrânio Peixoto com Rua Alvarenga, à Av. Escola Politécnica e à Av. Corifeu de Azevedo Marques. Segue abaixo uma relação das linhas de ônibus que por ali trafegam, assim como outras opções de transporte.

377Linhas de ônibus

378107T/10 – Metrô Tucuruvi - Cidade Universitária;

379177H/10 – Metrô Santana - Butantã USP;

380177P/10 – Metrô Santana - Butantã USP;

381701U/10 – Jaçanã - Butantã USP;

382702U/10 – Terminal Parque Dom Pedro II - Butantã USP;

3837181/10 – Terminal Princesa Isabel - Cidade Universitária;

384724A/10 – Aclimação - Cidade Universitária;

3857411/10 – Praça da Sé - Cidade Universitária;

3867702/10 – Terminal Lapa - USP;

3877725/10 – Metrô Vila Madalena - Rio Pequeno;

3887725/21 – Metrô Vila Madalena - USP Semi Expresso (apenas em horário de pico);

3898012/10 – Metrô Butantã - Cidade Universitária (até as 21 horas).

390Mais informações pelo site www.usp.br/cocesp/?p=37&f=57.

391Transporte dentro do campus: ônibus circular, gratuito, com dois itinerários

392Circular 1: Portaria 3 - ponto inicial, acesso de pedestres a Vila Indiana, Biociências, Filosofia, FAU, IAG, Clube dos Funcionários, Civil, Metalurgia, Mecânica, Praça do Relógio, CRUSP, acesso de pedestres CPTM, Educação Física, Educação, Reitoria, Biblioteca Brasiliana, Bancos, FEA, Biênio, Prefeitura, MAE, HU, Biomédicas III, Odontologia, Portaria 3 - ponto final.

393Circular 2: Portaria 3 - ponto inicial, Biomédicas IV, IPEN, COPESP, acesso de pedestres Rio Pequeno, Prefeitura, Física, Oceanográfico, Biociências, CEPAM, Butantã, Casa da Cultura Japonesa, Paço das Artes, Portaria 1, acesso de pedestres CPTM, Raia Olímpica, Psicologia, Portaria 2, Terminal de Ônibus Urbanos, IPT, Eletrotécnica, FAU, Geociências, Letras, História e Geografia, Farmácia e Química, Biblioteca e Farmácia e Química, Rua do Lago, Biomédicas, Portaria 3 - ponto final 

394Mapa e trajeto: www.usp.br/cocesp/?p=37&f=55

395Pontos de Táxi

396De segunda a sexta-feira das 7:00 às 23 horas;

397Sábados das 7:00 às 17:00.

398Praça da Reitoria: (11) 3091-3556;

399Praça dos Bancos: (11) 3091-4488;

400Hospital Universitário: (11) 3091-3536.

401Para mais informações ligar para Seção de Transporte: (11) 3091-4991

Dicas de hospedagem

402Para hospedagem num lugar barato, aconchegante e de ótima localização recomenda-se o Sampa Hostel (www.sampahostel.com.br), situado num dos bairros mais famosos da cidade de São Paulo pela vida boêmia, cercado por bares e restaurantes, além de estar a aproximadamente 10 minutos da estação de Metrô Vila Madalena.

403Endereço: Rua Girassol, 519 – Vila Madalena. Tel.: (11) 3031-6779; e-mail: contato@hostelsampa.com.br. Para ver outras opções de hostel além dos já citados, consultar o site pt.hostelbookers.com/albergues/brasil/sao-paulo

Dicas de alimentação

404Na USP há diversas possibilidades de alimentação, porém nem sempre boas e saudáveis. Restaurantes que servem almoço e jantar são poucos, dois deles merecendo destaque: um deles localizado no prédio de Biologia e outro na Faculdade de Economia e Administração (FEA), cujos preços são, no geral, bastante elevados.

405A opção mais próxima, e também a mais econômica, é o Restaurante Universitário Central (“bandejão” Central), que abre nos horários do café-da-manhã (das 7 às 8:30), almoço (das 11:00 às 14 horas) e jantar (das 17:30 às 19:45). O ticket é vendido em guichê próximo ao restaurante, na rua detrás do MAC-USP, de segunda a sexta-feira das 7 às 19:30. Para estudantes, o custo atual é de R$ 1,90 (de obrigatória apresentação da carteirinha). Para visitantes, o preço pode variar. Para evitar filas, recomenda-se comparecer antes das 12h00.

406As opções se diversificam quando levamos em conta pontos onde, ainda que não seja possível realizar refeições completas, podem ser comprados itens como salgados, lanches etc. No prédio de História e Geografia, por exemplo, há um quiosque e um “carrinho” de lanches no piso térreo.

Arquivo do centro de estudos de demografia histórica da américa latina (cedhal) – São Paulo

Endereço eletrônico

407http://www.cedhal.fflch.usp.br/​(em construção)

Localização e contato

408Av. Prof. Lineu Prestes, 338 – Cidade Universitária. São Paulo – SP. Prédio de História e Geografia, 2º andar

409Telefone: + 55 11 3091-3745

410Telefone/Fax: + 55 11 38155273

411E-mail: cedhal@edu.usp.br

Horários de atendimento

412De segunda a sexta-feira, das 10 ao meio-dia e das 14 às 18 horas.

Acesso e consulta

413O CEDHAL não exige nenhuma documentação para que se tenha acesso ao acervo. No entanto, para retirar o material do local a fim de fotocopiá-lo, é necessário deixar com o atendente um documento pessoal, que será devolvido ao usuário quando da devolução da documentação emprestada.

Descrição do acervo

414O arquivo do CEDHAL é, naturalmente, voltado aos estudos referentes à história da população e à demografia histórica, ainda que ali possam ser encontradas fontes históricas de caráter diverso. O conjunto documental disponível organiza-se em dois grandes acervos: o Acervo Maria Luiza Marcílio e o Acervo Eni de Mesquita Samara. O primeiro, cujo nome homenageia a ex-diretora e fundadora do centro de estudos, abriga o material utilizado por ela em suas pesquisas, organizado em três temáticas: a criança na história da população brasileira, história da população brasileira e história da população de Ubatuba. O segundo, de nome dedicado à atual diretora do CEDHAL, Eni de Mesquita Samara, comporta uma rica coleção de recenseamentos impressos (Argentina, Brasil, Chile e Peru) e manuscritos (Fortaleza, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Itu e Município Neutro - designação oitocentista da atual cidade fluminense de São Sebastião), transcritos e/ou fotocopiados. Além disso, o pesquisador pode encontrar ali materiais avulsos referentes aos séculos XIX e XX brasileiros, tais como mapas, iconografias, processos-crime e um conjunto heterogêneo de leis e ordenações do período.

Faculdade de filosofia, letras e ciências humanas da universidade de São Paulo (FFLCH/USP) – Biblioteca Florestan Fernandes – São Paulo

Endereço eletrônico

415www.sbd.fflch.usp.br

Localização e Contato

416Av. Prof. Lineu Prestes, Travessa 12, n° 350 – Cidade Universitária. São Paulo – SP. CEP: 05508-900

417Telefone: + 55 11 3091-4501

418Fax: + 55 11 309-5037

419Link com mapa: www.sbd.fflch.usp.br/site/modules/tinycontent/index.php?id=5

Horários de atendimento

420Período letivo: de segunda a sexta-feira, das 8:30 às 22 horas; aos sábados, das 9 às 13:00.

421Período de férias: de segunda a sexta-feira, das 8:30 às 20 horas. Não funciona aos sábados.

Descrição do acervo

422A Biblioteca Florestan Fernandes é um espaço que integra os acervos correspondentes aos departamentos de Geografia, Filosofia, Ciências Sociais, História e Letras da USP. Nela, o pesquisador também tem acesso a uma Base de Dados on-line na área de humanidades. O acervo é constituído por aproximadamente 380 mil livros, 32.000 livros eletrônicos, mais de 15 mil teses e dissertações, aproximadamente 1.500 títulos de periódicos com quase 170 mil fascículos, e 48 periódicos eletrônicos com 263 mil fascículos. Também conta com periódicos não correntes, multimeios e outros tipos de documento em papel e eletrônicos. O acesso ao acervo é pelo Sistema de Bibliotecas da USP (SIBi/USP), SIBiNet, e Dedalus (Banco de Dados Bibliográficos da USP).

423A circulação de livros é permitida apenas para alunos de graduação e pós-graduação e docentes da Universidade. Ao pesquisador visitante é permitido fazer fotocópias de periódicos e teses e de até 10% do conteúdo dos livros.

Biblioteca da faculdade de arquitetura e urbanismo da universidade de São Paulo (FAU/USP)

Endereço eletrônico

424http://www.usp.br/​fau/​fau/​secoes/​biblio/​index.html

Localização e contato

425Rua do Lago, 873 – Cidade Universitária. São Paulo – SP. CEP: 05508-080

426Telefone: + 55 11 3091.4519

427Fax: + 55 11 3091.5038

428E-mail: bibfaumar@usp.br

Horários de atendimento

429Período letivo de segunda a sexta-feira, das 8:00 às 21:30.

430Período de férias de segunda a sexta-feira, das 9:00 às 18 horas.

Descrição do acervo

431Possui um acervo que contempla a área de Arquitetura e Urbanismo, com livros, teses, projetos, multimeios, periódicos e mapas. Nesta biblioteca, o pesquisador poderá encontrar também ampla gama de obras sobre História, Artes Plástica, História da Arte. Terá também à sua disposição outros tipos de materiais especiais, como os negativos em vidro da coleção de Ramos de Azevedo.

432O acesso aos livros é feito pelo Sistema de Bibliotecas da USP (SIBi/USP), SIBiNet, e Dedalus (Banco de Dados Bibliográficos da USP). A circulação de livros é somente permitida a alunos e professores da Universidade de São Paulo, mas visitantes podem tirar fotocópias dos periódicos, teses, e de até 10% do número de páginas dos livros.

Biblioteca da escola de comunicações e artes da universidade de São Paulo (ECA/USP)

Endereço eletrônico

433http://www3.eca.usp.br/​biblioteca

Localização e contato

434Rua Professor Lúcio Martins Rodrigues, 443 – Cidade Universitária. São Paulo – SP. CEP: 05508-020

435Telefone: + 55 11 3091-4071

436Fax: + 55 11 3091-4881

437E-mail: ecabiblioteca@usp.br.

438Link com mapa: www3.eca.usp.br/localizacao

Horários de atendimento

439Período letivo: de segunda a sexta-feira, das 8 às 22 horas.

440Período de férias: de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas.

Acesso e Consulta

441É permitido ao visitante ter acesso aos livros de todas as bibliotecas (à exceção do IEB), porém só é permitida a entrada com cadernos, canetas, notebooks; sendo necessário guardar mochilas, bolsas e pastas. Todas as bibliotecas da USP contam com serviços de armário, que o visitante pode utilizar mediante a apresentação de um documento com foto.

Descrição do acervo

442O acervo da Biblioteca da Escola de Comunicação e Artes concerne aos cursos Artes Plásticas, Jornalismo, Editoração, Publicidade, Biblioteconomia, entre outros. Como as demais bibliotecas da Universidade de São Paulo, a biblioteca da ECA está catalogada pelo sistema Dedalus (sistema integrado de Bibliotecas da USP) e SIBiNet (Banco de Dados Bibliográficos da USP). Seu acervo conta com livros, periódicos, teses, dissertações, trabalhos de conclusão de curso, e-books, DVDs, CDs, imagens digitais, partituras, peças de teatro e quadrinhos. O empréstimo de livros é permitido ao corpo discente e docente da universidade. Ao público externo é permitido, como nas demais bibliotecas, fotocopiar periódicos, teses, e até 10% do número de páginas dos livros.

Biblioteca da Casa de cultura japonesa da USP – São Paulo

Endereço eletrônico

443http://www.fflch.usp.br/​dlo/​cejap/​cejap.htm

444Obs: A biblioteca não possui site, mas pertence ao Centro de Estudos Japoneses (CEJAP), ao qual o link se refere.

Localização e Contato

445Av. Professor Lineu Prestes, 159 – Cidade Universitária. São Paulo – SP. CEP: 05508-000

446Telefone: + 55 11 3091-2423

447E-mail: cejap.biblio@usp.br

Horários de atendimento

448De segunda a sexta-feira, das 10 ao meio-dia e das 13 às 17 horas.

Acesso e consulta

449Para retirar livros, é necessário fazer um cadastro na biblioteca. A simples consulta, por outro lado, é aberta a todos. Para se cadastrar, não é necessário ser aluno da USP. As exigências são: levar duas fotos 3x4 e comprovante de residência. O aluguel do livro é por duas semanas.

Descrição do acervo

450O acervo contém apenas livros relacionados a temas que envolvem o Japão, contemplando as áreas de História, cultura, língua, arte, literatura e material didático para ensino da língua. Há também uma extensa coleção de mangás (histórias em quadrinhos japonesas).

451O acervo é, em sua maioria, em japonês. Há, contudo, diversos livros em português, inglês e alguns em espanhol, francês e chinês.

452Como não há um catálogo dos livros disponível para os usuários, é necessário pedir ao bibliotecário de plantão que localize as obras desejadas. Contudo, há previsão de integrar o catálogo ao sistema DEDALUS para consulta do usuário em meados de 2011.

Instituto de estudos brasileiros (IEB) – São Paulo

Endereço eletrônico

453http://www.ieb.usp.br/​

Localização e contato

454Av. Prof. Mello Morais, travessa 8, nº 140 – Cidade Universitária. São Paulo – SP. CEP: 05508-030

455Biblioteca – Telefone: + 55 11 3091-3467; e-mail: bibieb@edu.usp.br

Horários de atendimento

456De segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas.

Acesso e Consulta

457É necessário que o visitante, se for brasileiro, leve CPF para fazer o cadastro interno. Caso seja estrangeiro, o pesquisador deve levar o passaporte.

Descrição do Acervo

458Uma das mais importantes bibliotecas dedicadas a temas brasileiros, com um acervo que abarca obras dos séculos XVI ao XIX; a Biblioteca do IEB possui mais de 140 mil títulos entre livros, separatas, teses, periódicos e partituras. Está integrada ao sistema de Bibliotecas da USP (SIBi/USP), SIBiNet, e Dedalus (Banco de Dados Bibliográficos da USP). Este, contudo, não é um acervo de livre acesso ou circulante. As obras devem ser consultadas no local, e quase nada pode ser fotocopiado, apenas fotografado (sem flash) mediante autorização da bibliotecária.

459O arquivo documental do IEB possui cerca de 300 mil documentos – fontes primárias – de vários tipos e origens (fundos pessoais e coleções) para pesquisas sobre a História do Brasil.

460O IEB também disponibiliza um serviço de acervo on-line com um conjunto de livros e instrumentos de pesquisa, documentos, iconografias, mapas, dicionários, bem como a íntegra da Revista do Instituto de Estudos Brasileiros. O acesso se dá pelo site: http://www.ieb.usp.br/​online/​index.asp

Museu de arte contemporânea (MAC) – Biblioteca Lourival Gomes Machado – São Paulo

Endereço eletrônico

461http://www.mac.usp.br/​

Localização e contato

462Rua da Praça do Relógio, 160 (antiga Rua da Reitoria) – Cidade Universitária. São Paulo – SP. CEP: 05508-050

463Telefone: + 55 11 3091-3022

464E-mail: bibmac@usp.br

Horários de atendimento

465De segunda a sexta, das 9 às 18 horas. Não é necessário agendamento.

Acesso e consulta

466A consulta ao acervo da biblioteca é livre, mediante acompanhamento dos instrutores locais. Com a unificação do Sistema de Bibliotecas, os empréstimos de material passaram a ser livremente autorizados à comunidade USP, mediante apresentação da carteirinha.

Descrição do acervo

467A Biblioteca Lourival Gomes Machado, nome dado em homenagem ao Professor de História da Arte da USP, contém uma coleção de livros e periódicos sobre arte e museus. Sua maior riqueza reside na qualidade do seu acervo, no qual pode-se encontrar títulos de difícil aquisição sobre artistas brasileiros e estrangeiros, além da Coleção particular do pintor Paulo Osir, doada ao Museu na sua fundação. A biblioteca também dispõe de outros tipos de materiais, tais como: acervo de vídeos de arte, que podem ser assistidos no local; recortes de jornal sobre artistas do acervo de arte do Museu; slides e catálogos de exposições de arte.

468A consulta pelo catálogo pode ser feita no local ou através do site da biblioteca, que está cadastrada no Banco Dedalus do Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBi) da USP.

Universidade estadual de Campinas (UNICAMP)

Como chegar

469Há opções de transporte público partindo da Rodoviária e do Terminal Central de Campinas. O acesso ao http://www.unicamp.br/​unicamp/​servicos/​mapas-enderecos-e-telefones/​acesso-a-unicamp fornece maiores informações. O campus é coberto por linhas de ônibus circulares, com horários e itinerários disponíveis no endereço http://www.prefeitura.unicamp.br/​servicos.php?servID=69.

Dicas de alimentação

470Restaurante Universitário (almoço: 10:30 às 14 horas e jantar: 17:30 às 19:45), aberto para visitantes.

Dicas de hospedagem

471Hotel Sol Inn Barão Geraldo.

472Av. Albino José Barbosa de Oliveira, 1700 – Distrito de Barão Geraldo.

473E-mail: solinnbaraogeraldo@hotelariabrasil.com.br.

474Reservas: (19) 3749 8500.

Biblioteca central césar lattes – universidade estadual de Campinas (BCCL/UNICAMP) – Campinas

Endereço eletrônico

475http://www.sbu.unicamp.br/​bccl/​ (informações).

Catálogo on-line

476http://acervus.unicamp.br/​

Localização e contato

477Rua Sérgio Buarque de Holanda, 421 – Cidade Universitária Professor Zeferino Vaz.

478Distrito de Barão Geraldo – Campinas – SP.

479Telefone: + 55 19 3521-6486 / + 55 19 3521-6473.

480E-mail: bibcen@unicamp.br

Horários de atendimento

481Biblioteca: de segunda a sexta-feira, das 9 às 23 horas; sábado, das 9 às 13 horas (consultar horários especiais nas férias).

482Coleções Especiais e Obras Raras: de segunda a sexta-feira, das 9 às 17:30.

Acesso e consulta

483Não é exigido nenhum documento dos consulentes para consulta local ao acervo catalogado.

Descrição do acervo

484A biblioteca possui mais de 94.000 itens (livros, teses, periódicos, etc.) que contemplam os diversos ramos das Ciências. Há um setor de Coleções Especiais e Obras Raras, que disponibiliza os acervos de Sérgio Buarque de Holanda (10.000 volumes), Alexandre Eulálio (12.000 volumes), Peter Eisenberg (5.500 volumes), César Lattes (1.830 volumes), Aristides Cândido de Mello e Souza (3.500 volumes), José Albertino Rodrigues (3.500 volumes), Maurício Knobel (1.380 volumes); bem como as coleções Obras Raras (cerca de 2.500 livros e periódicos sobre narrativa de viagens e História da Monarquia e República do Brasil), Novo Mundo (243 volumes em comemoração aos 500 anos do Descobrimento da América), Iconográfica, Latino-Americana e Cicognara (3.614 títulos no formato de 40.000 microfichas sobre História da Arte, séculos XVI a XIX), entre outros materiais bibliográficos de grande relevância.

Biblioteca Professor Doutor Octávio Ianni – Instituto de filosofia e ciências huamanas da universidade estadual de Campinas (IFCH/UNICAMP) – Campinas

Endereço eletrônico

485http://www.ifch.unicamp.br/​biblioteca (informações)

Catálogo on-line

486http://acervus.unicamp.br/​

Localização e contato

487Rua Cora Coralina, s/n – Cidade Universitária Professor Zeferino Vaz.

488Distrito de Barão Geraldo – Campinas – SP.

489Telefone: + 55 19 3521-1617 / + 55 19 3521-1585.

490E-mail: bibifch@unicamp.br

Horários de atendimento

491De segunda a sexta-feira, das 9:00 às 22:30 horas (consultar horários especiais nas férias).

Acesso e consulta

492Não é exigido nenhum documento para consulta local ao acervo catalogado.

Descrição do acervo

493O acervo da biblioteca do IFCH atualmente soma 190.000 itens dentre livros, teses, dissertações, materiais especiais (CDs, DVDs, mapas, VHS, etc.), além de 2.847 títulos de periódicos, dos quais 337 são assinaturas correntes. A Biblioteca disponibiliza também uma enorme quantidade de recursos eletrônicos de pesquisa, que são constituídos por bases de dados, periódicos eletrônicos e bibliotecas digitais. Essa gama de informações compreende as áreas de Antropologia, História, Filosofia, Ciência Política, Sociologia e Demografia.

Biblioteca do instituto de estudos da linguagem da universidade estadual de Campinas (IEL/UNICAMP) – Campinas

Endereço eletrônico

494http://www.iel.unicamp.br/​biblioteca (informações)

Catálogo on-line

495http://acervus.unicamp.br/​.

Localização e contato

496Rua Carlos Gomes, s/n – Cidade Universitária Professor Zeferino Vaz

497Distrito de Barão Geraldo – Campinas – SP.

498Telefone: + 55 19 3521-1510.

499E-mail: biblos@iel.unicamp.br

Horários de atendimento

500De segunda a sexta-feira, das 8:30 às 22:45 (consultar horários especiais nas férias).

Acesso e consulta

501Não é exigido nenhum documento para consulta local ao acervo catalogado.

Descrição do acervo

502A biblioteca possui cerca de 105.650 livros, 1.510 títulos de periódicos e 3.225 teses e dissertações. Os principais assuntos contemplados são: linguística e filologia, origem da linguagem, bilinguismo, história da linguagem, ortografia, alfabetos, fonética e fonologia, gramática, linguística aplicada, tradução e interpretação, teoria e crítica literárias e história da literatura. A instituição disponibiliza ao público obras de poesia, ficção, ensaios e dramaturgia em diversas línguas. Seu acervo de referência possui dicionários, dicionários bibliográficos e biográficos, e enciclopédias.

Haut de page

Pour citer cet article

Référence électronique

Ana Letícia Adami Batista, Ana Paula Gonçalves Souza, Bruna Dutra de Oliveira Soalheiro Cruz, Daniel Isaac Friedmann, Débora Gomes Pereira Amaral, Eduardo dos Santos Rocha, Fernanda Aires Bombardi, Gustavo Velloso, Laura Pereira Furquim, Laurent Azevedo Marques de Saes, Natália Alves Calejuri et Renata Cabral Bernabé, « Guia do pesquisador americanista no Brasil », Nuevo Mundo Mundos Nuevos [En ligne], Guide du chercheur américaniste, mis en ligne le 29 septembre 2011, consulté le 28 février 2021. URL : http://journals.openedition.org/nuevomundo/61970 ; DOI : https://doi.org/10.4000/nuevomundo.61970

Haut de page

Droits d’auteur

Licence Creative Commons
Nuevo mundo mundos nuevos est mis à disposition selon les termes de la licence Creative Commons Attribution - Pas d'Utilisation Commerciale - Pas de Modification 4.0 International.

Haut de page
Rechercher dans OpenEdition Search

Vous allez être redirigé vers OpenEdition Search