Navegação – Mapa do site

InícioNúmeros29Ensaios FotográficosRua Fernandes Guimarães: novos ne...

Ensaios Fotográficos

Rua Fernandes Guimarães: novos negócios e novas sociabilidades em uma rua do SohoBotafogo

Fernandes Guimarães Street: new businessesand new sociabilitiesona street in Soho Botafogo
Sílvia Borges Corrêa e Veranise Jacubowski Correia Dubeux

Notas da redacção

Versão original recebida em / Original Version 05/04/2021
Aceitação / Accepted 22/08/2021

Texto integral

1Nos últimos anos, o bairro de Botafogo, localizado na zona sul da cidade do Rio de Janeiro, vem passando por diversas transformações no que tange à sua ocupação residencial, empresarial e comercial. Novos negócios ligados aos setores criativos têm se destacado nesse cenário de transformação, particularmente aqueles ligados à gastronomia, à moda, às artes e ao design. Todos esses elementos despontam em várias ruas de Botafogo, no entanto, a região leste do bairro conhecida popularmente como Soho Botafogo ouBotaSoho, que tem como epicentro a rua Fernandes Guimarães, tem se destacado como uma região transformada em relação aos novos negócios e aos novos moradores que ali se instalaram e aos novos frequentadores que passaram a movimentar a região em dias comuns e também em dias de eventos, como feiras e mercados de rua.

2Entre dezembro de 2018 e março de 2020, realizamos uma pesquisa (CORRÊA; DUBEUX, 2021) para entender astransformações que os novos negócios levaram à região leste de Botafogo, propiciando efervescência criativa, renovando o tecido social e econômico, e imprimindo novos usos e novas apropriações das ruas de um quadrilátero delimitado pelas ruas Arnaldo Quintela, da Passagem, Álvaro Ramos e Assis Bueno. Um pouco distante da única estação de metrô do bairro, a região era conhecida pela concentração de oficinas mecânicas em suas ruas, mas, nos últimos cinco anos, essas oficinas deram lugar a negócios muito diferentes. A Fernandes Guimarães é uma rua exemplar nesse sentido. Formada majoritariamente por casas de um ou dois andares, a rua não pode receber grandes prédios pois a linha de metrô que atravessa seu subterrâneo impede a construção de prédios com mais pavimentos. Essa limitação não impediu a renovação da rua, que foi ocupada por bares, restaurantes, brechós, lojas de roupas e de objetos de decoração artesanais cujos proprietários vislumbraram a possibilidade de abrir seus negócios em espaços disponíveis para locação a baixos preços, se comparados a outras regiões do bairro ou a outros bairros da zona sul da cidade, como Copacabana, Ipanema e Leblon. À medida que novos negócios eram abertos, intensificou-se a percepção de que a área estava se tornando “cool”, “descolada”, “despojada”, muito em função da presença de pequenos empresários, moradores e frequentadores que pareciam encarnar esses adjetivos.Foi nesse contexto que a região leste de Botafogo passou a ser nominada por Soho Botafogo ou BotaSoho, numa alusão ao distrito/bairro da cidade de Westminster, na Inglaterra, voltado – no século XX – para lazer e entretenimento adultos (com trabalhadoras do sexo). Atualmente, após sofrer modificações, o distrito incorpora restaurantes, teatros, cinemas, e é também espaço onde artistas transitam e possuem ateliês. Apesar das diferenças históricas, sociais e culturais entre o Soho britânico e o Soho brasileiro, a mídia carioca e alguns empresários e frequentadores passaram, em determinado momento, a adotar o nome Soho Botafogo, de um lado, percebendo certa similaridade entre os dois lugares em função da renovação ocorrida e, de outro, como um elemento de atração de novos empresários e frequentadores dos empreendimentos ali estabelecidos.

3A Rua Fernandes Guimarães parece sintetizar essa renovação, impulsionada pela possibilidade de articulação entre ospequenos empresários que tentam estabelecer redes e promover eventos que dinamizem a região e o bairro como um todo, reiterando uma mudança de imagem do local. Durante o trabalho de campo, vivenciamos a rua em diferentes momentos, no seu cotidiano e nos dias de eventos (Feiras das Pulgas 66 e Christmas Market), que buscamos registrar em fotos que revelam não só os seus aspectos arquitetônicos e urbanísticos, mas, principalmente, a sociabilidade que se estabelece – ou se estabelecia em um período pré-pandemia – nos seus espaços públicos e privados.

Um dia de semana na Rua Fernandes Guimarães. Silvia Borges, 2019.

As casas da Rua Fernandes Guimarães. Silvia Borges, 2019.

A noite na Rua Fernandes Guimarães. Cadeira de praia na calçada a espera dos frequentadores. VeraniseDubeux, 2019.

Interior de um ateliê. VeraniseDubeux, 2019.

Feira das Pulgas 66, em uma tarde de domingo. VeraniseDubeux, 2018.

Objetos à venda na Feira das Pulgas 66. VeraniseDubeux, 2018.

Christmas Market, o mercado de Natal realizado em dezembro de 2019. Sílvia Borges, 2019.

Encontros no mercado de Natal. Silvia Borges, 2019.

Mobiliário urbano instalado especialmente para o mercado de Natal. VeraniseDubeux, 2019.

Barraca de venda de produtos artesanais no mercado de Natal. VeraniseDubeux, 2019.

Topo da página

Bibliografia

CORRÊA, Sílvia Borges; DUBEUX, VeraniseJacubowski Correia.Transformações urbanas e empreendedorismo criativo: o caso do Soho Botafogo (Rio de Janeiro). In: PEREIRA, MaríaXesús Nogueira; AGRELO-COSTAS, Eulalia (org.). Cidadanía e identidades: expresións políticas, económicas e culturais no século XXI. Santiago de Compostela: Universidade de Santiago de Compostela / Servizo de de Publicacións e Intercambio Científico Campus Vida, 2021.

Topo da página

Índice das ilustrações

Créditos Um dia de semana na Rua Fernandes Guimarães. Silvia Borges, 2019.
URL http://journals.openedition.org/pontourbe/docannexe/image/11345/img-1.jpg
Ficheiro image/jpeg, 238k
Créditos As casas da Rua Fernandes Guimarães. Silvia Borges, 2019.
URL http://journals.openedition.org/pontourbe/docannexe/image/11345/img-2.jpg
Ficheiro image/jpeg, 237k
Créditos A noite na Rua Fernandes Guimarães. Cadeira de praia na calçada a espera dos frequentadores. VeraniseDubeux, 2019.
URL http://journals.openedition.org/pontourbe/docannexe/image/11345/img-3.jpg
Ficheiro image/jpeg, 157k
Créditos Interior de um ateliê. VeraniseDubeux, 2019.
URL http://journals.openedition.org/pontourbe/docannexe/image/11345/img-4.jpg
Ficheiro image/jpeg, 142k
Créditos Feira das Pulgas 66, em uma tarde de domingo. VeraniseDubeux, 2018.
URL http://journals.openedition.org/pontourbe/docannexe/image/11345/img-5.jpg
Ficheiro image/jpeg, 196k
Créditos Objetos à venda na Feira das Pulgas 66. VeraniseDubeux, 2018.
URL http://journals.openedition.org/pontourbe/docannexe/image/11345/img-6.jpg
Ficheiro image/jpeg, 210k
Créditos Christmas Market, o mercado de Natal realizado em dezembro de 2019. Sílvia Borges, 2019.
URL http://journals.openedition.org/pontourbe/docannexe/image/11345/img-7.jpg
Ficheiro image/jpeg, 709k
Créditos Encontros no mercado de Natal. Silvia Borges, 2019.
URL http://journals.openedition.org/pontourbe/docannexe/image/11345/img-8.jpg
Ficheiro image/jpeg, 862k
Créditos Mobiliário urbano instalado especialmente para o mercado de Natal. VeraniseDubeux, 2019.
URL http://journals.openedition.org/pontourbe/docannexe/image/11345/img-9.jpg
Ficheiro image/jpeg, 620k
Créditos Barraca de venda de produtos artesanais no mercado de Natal. VeraniseDubeux, 2019.
URL http://journals.openedition.org/pontourbe/docannexe/image/11345/img-10.jpg
Ficheiro image/jpeg, 821k
Topo da página

Para citar este artigo

Referência eletrónica

Sílvia Borges Corrêa e Veranise Jacubowski Correia Dubeux, «Rua Fernandes Guimarães: novos negócios e novas sociabilidades em uma rua do SohoBotafogo»Ponto Urbe [Online], 29 | 2021, posto online no dia 27 dezembro 2021, consultado o 20 maio 2022. URL: http://journals.openedition.org/pontourbe/11345; DOI: https://doi.org/10.4000/pontourbe.11345

Topo da página

Autores

Sílvia Borges Corrêa

Mestrado Profissional em Gestão da Economia Criativa (MPGEC) da ESPM Rio

Rua do Rosário, 90 – Centro Rio de Janeiro – RJ

E-mail: sborges@espm.br / silborgesc@gmail.com

Veranise Jacubowski Correia Dubeux

Mestrado Profissional em Gestão da Economia Criativa (MPGEC) da ESPM Rio

Rua do Rosário, 90 – Centro Rio de Janeiro – RJ

E-mail: vdubeux@espm.br / veranise.dubeux@gmail.com

Topo da página

Direitos de autor

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Topo da página
Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search