Navegación – Mapa del sitio
Especial Graduação em Campo

Graduação em Campo - Apresentação: iniciação à antropologia

Silvana de Souza Nascimento

Texto completo

1Os oito artigos aqui reunidos nessa seção especial fizeram parte de trabalhos apresentados em grupos de trabalho no 13º Graduação em Campo, com a discussão de temas relevantes e contemporâneos para a antropologia hoje como religiosidades, violência de gênero, práticas culturais urbanas, consumo, memória, periferia e conflitos urbanos.

2Desde 2002, o Graduação em Campo é um evento pioneiro dedicado especialmente a estudantes de graduação em Ciências Sociais, Antropologia e áreas afins, organizado pelo Laboratório do Núcleo de Antropologia Urbana (LabNAU), da Universidade de São Paulo. Em suas várias edições, cada uma um formato diferente, o encontro tem reunido graduandas e graduandos de diferentes partes do Brasil, em um ambiente de formação e de troca de experiências.

3Neste ano de 2018, de 2 a 4 de maio, foram organizados grupos de trabalho e oficinas, além da conferência de abertura “Olhar e não ver: racismo estrutural no Brasil”, proferida por Lilia Moritz Schwarcz, professora do Departamento de Antropologia da USP. Ao longo de três dias de intensos diálogos e aprendizados, pesquisas de graduação puderam ser apresentadas e depois debatidas por estudantes de pós-graduação, promovendo uma interessante interlocução entre pesquisadores/as em diferentes etapas da formação acadêmica. Nos grupos de trabalho (GT), cada debatedor indicou, em cada sessão, um texto para ser publicado nesta edição da Ponto.Urbe.

4No GT 1, “Variações sobre arte, cidade e ativismo”, cujos debatedores foram Felipe Gabriel Oliveira (PPGAS/NAU/USP) e Maurício Alcântara (GEAC/PPGAS/USP), dois trabalhos foram selecionados: o de Érico de Souza Brito ((UNIFESP), “O axé do som e o som do axé: multiplicidades sonoras em um terreiro de candomblé da Nação Kaetu” e o de Felipe Figueiredo (UNIFESP), “ABC do Açude: Percepção, Imaginário e Memória no sertão”.

5No GT 2, “Direitos violados: debates sobre violência de gênero, feminicídio e poder “, organizado por Sabrina Damasceno (NAU/USP) e debatido por Márcio Zamboni (PPGAS/NUMAS/USP), o trabalho indicado foi o de Ana Carolina Braga Azevedo (USP), “Foi estupro ou apenas uma piada? Os embates midiáticos, políticos/militantes e judiciais em torno de um caso público”.

6No GT 3, “No cerne da cidade: diálogos sobre territórios e sociabilidade urbana”, organizado por Luiza Cavallini (NAU/USP) e cujo debatedor foi Michel Soares (PPGAS/NAU/USP), os escolhidos foram o de Douglas de Souza Evangelista (UERJ), “Pessoas e objetos: agência e consumo de segunda mão na cidade do Rio de Janeiro” e o de Isabel Clara Ferreira Moreira da Silva (UFF), “Na margem da linha: conflitos urbanos em uma favela de Campos dos Goytacazes”.

7No GT 4, “Poder e instituições públicas”, com a debatedora foi Ana Caroline Bonfim (PPGAS/NADIR/USP), foi selecionado o texto de Aiano Bemfica e Matheus Almeida (UFMG), “Ocupação Urbana e Despejo: entre o ritual popular e o estatal”.

8No GT 5, “Religião e outras filosofias”, organizado por Natalia Corazza (NAU/USP) e debatido por Milton Bortoleto (PPGS/USP/Cebrap), o texto indicado foi o de Giovanna Paccillo (UNICAMP), “Crucifixos de Luta: Materialização da disputa por direitos sexuais e reprodutivos entre coletivos religiosos”.

9E, por fim, no GT 6, “Diferenças e Interseccionalidade”, organizado por Sabrina Damasceno (NAU/USP) e debatido por Priscila Almeida (NAU/PPGAS/USP), o texto escolhido foi o de Sasha Cruz (USP), “Fujoshis e Fadanshis do Brasil: subjetividades a partir da leitura do mangá Yaoi”.

10Com este mosaico de pesquisas em nível de graduação, elaboradas por estudantes de diferentes universidades, esperamos dar visibilidade e reconhecimento ao aprendizado do ofício da antropologia desde a graduação e incentivar que mais pesquisas sejam realizadas no Brasil e publicadas também na Ponto.Urbe.

Inicio de página

Para citar este artículo

Referencia electrónica

Silvana de Souza Nascimento, « Graduação em Campo - Apresentação: iniciação à antropologia », Ponto Urbe [En línea], 23 | 2018, Publicado el 28 diciembre 2018, consultado el 25 agosto 2019. URL : http://journals.openedition.org/pontourbe/5711 ; DOI : 10.4000/pontourbe.5711

Inicio de página

Autor

Silvana de Souza Nascimento

Professora do departamento de Antropologia da USP e editora executiva da Revista Ponto.Urbe

Artículos del mismo autor

Inicio de página

Derechos de autor

© NAU

Inicio de página
  • Logo Núcleo de Antropologia Urbana da USP
  • Logo Universidade de São Paulo
  • OpenEdition Journals